sistema-de-consorcio-como-funciona
Publicado em 17/06/2015 as 17:19H
Consórcio de A a Z

Sistema de Consórcios: o que é e como funciona

Se você está pensando em fazer um consórcio para adquirir bens ou serviços, mas tem dúvidas sobre o que é e como funciona o Sistema de Consórcios, saiba que essa modalidade de investimento é simples e fácil de entender. Veja só:

O Sistema de Consórcios é considerado como “a arte de poupar em grupo”, pois se baseia na união de pessoas, físicas ou jurídicas, que formam uma poupança comum, destinada para a aquisição de bens móveis, imóveis e serviços, por meio de um autofinanciamento.  Reunidos em um grupo, os consorciados passam a contribuir, por prazo determinado, com uma parcela destinada à formação desse fundo.

Assim, o consórcio é ideal para quem não precisa imediatamente de um determinado bem ou serviço e pode aplicar uma parcela de sua renda que não será utilizada como despesa. Se você se encaixa nesse grupo, você tem o perfil de poupador e, logo, de um consorciado.

Todos os participantes do grupo de consorciados têm o direito de utilizar parte da poupança comum, após serem contemplados por sorteio ou lance. No sorteio, de acordo com a disponibilidade do caixa, um ou mais participantes do grupo são sorteados para receber sua carta de crédito, no valor do plano a que aderiu, independentemente do número de prestações que tenha pagado. Ou seja, o sorteio define a ordem de recebimento do crédito, uma vez que todos os participantes do grupo receberão seus créditos até o final do plano.

Já o lance propicia ao consorciado concorrer à contemplação mediante antecipação de parcelas. Dependendo da disponibilidade do caixa, será contemplado o maior lance, de acordo com as regras contratuais.

Como faço para entrar no Sistema de Consórcios?

O primeiro passo para adquirir uma cota é procurar uma administradora de consórcios (empresa que organiza e administra grupos de consórcios) autorizada pelo Banco Central do Brasil. É possível verificar se uma administradora possui essa autorização pelo Banco Central do Brasil ou consultando a ABAC – Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios.

Feita a apuração, você pode entrar em contato com uma empresa e verificar os planos disponíveis. Faça a adesão ao grupo que tiver os melhores prazos e valores para o seu bolso. E atenção: antes de assinar o contrato, leia atentamente todas as cláusulas para conhecer seus direitos e obrigações.

Itens a que você deve estar atento:

  • Valor que você deseja para comprar o bem ou serviço (valor de crédito);
  • Prazos de duração do grupo, percentuais de contribuições (taxa de administração e, se houver, fundo de reserva e/ou seguro), demais despesas que poderão ser cobradas e garantias que você deverá fornecer ao ser contemplado;
  • Regras de contemplação por sorteio e lance e forma de antecipação de pagamento de prestações;
  • Todas as condições prometidas pelo vendedor devem constar no contrato.

No ato da assinatura do contrato, também é fundamental exigir uma das vias do documento de adesão e/ou cópia do regulamento do grupo, visto que o contrato cria vínculos entre os consorciados e a administradora, o que propicia a todos os clientes igual condição de acesso ao mercado de consumo de bens ou serviços.

Para conferir mais dicas importantes, assista ao vídeo abaixo e descubra como o consórcio pode ajudar você a realizar o seu sonho. Se ainda ficar com dúvidas sobre como entrar para o Sistema de Consórcios, Fale com a ABAC!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

25 comentários sobre “Sistema de Consórcios: o que é e como funciona”

  1. VANTAGENS DO CONSÓRCIO
    • Poupança forçada!
    • Forma mais econômica de adquirir um bem
    • Não tem Juros !
    • Planos de Imóveis em até 180 meses
    • Planos de Veículos em até 100 meses
    • Sem taxa de adesão

  2. Rita Rodrigues disse:

    Boa tarde
    Se eu comprar uma cota de R$500.000,00 e for contemplada , mas não quiser pegar o dinheiro, e deixar na empresa , o que eles fazem com o meu dinheiro? Eles aplicam? e meu dinheiro ficaria rendendo? E quando eu fosse pegar o dinheiro teria um valor maior para pegar?

    1. ABAC disse:

      Olá, Rita.

      Quando o consorciado é contemplado, ele tem até o encerramento do grupo para utilizar o crédito. Até que isso ocorra, esse valor estará aplicado no mercado financeiro e terá rendimentos líquidos a favor do consorciado. A rentabilidade tem início até o terceiro dia útil após a contemplação e término no último dia útil anterior ao da utilização do crédito. O tipo de aplicação é deliberado pelo grupo na primeira Assembleia Geral Ordinária, dentre as estabelecidas pelo Banco Central do Brasil.

      Abraço

  3. Daniela disse:

    Fiz um consórcio de 54.000,00 , ofereci de lance 35% desse valor. Qual é minha possibilidade de ser contemplada de imediato?

    1. ABAC disse:

      Olá, Daniela.

      Você deverá acompanhar as assembleias e verificar a média de lances que estão sendo ofertados no seu grupo. Mas não é possível garantir que outro consorciado não ofereça percentual maior que o oferecido por você.

      Abraço!

  4. Kaueê Stracke disse:

    Boa tarde, poderia explicar melhor por favor sobre a taxa de adminsitração? estou vendo um consórcio de carros, e a taxa de adm ficou em 15%. esse valor eu perco correto? ou seja, eu pagarei 15% do valor da minha carta ao banco. Qual é o valor que retorna para mim no final do pagamento? é o fundo de reserva? eu estou em duvida nestes dois pontos.
    Obrigado !

    1. ABAC disse:

      Olá, Kaueê.

      A taxa de administração é a remuneração pela formação, organização e administração do grupo de consórcio até o encerramento deste. Portanto, os valores pagos a esse título não serão devolvidos. Já o fundo de reserva, que tem destinação especifica na forma do artigo 14 da Circular 3.432, do Banco Central do Brasil, somente será rateado proporcionalmente entre os consorciados ativos se existir saldo quando do encerramento do grupo.

      Esperamos ter ajudado e continuamos à disposição para ajudá-lo!

      Abraço!

  5. Carlos disse:

    No caso de cancelar perde todo o dinheiro

    1. ABAC disse:

      Olá, Carlos.

      O consorciado não contemplado que deixar de pagar as parcelas passará a figurar como consorciado excluído. Neste caso, ele continua participando dos sorteios mensais na condição de excluído. Sendo sorteado, terá direito à restituição da importância paga ao fundo comum (que é o valor destinado à compra do bem). Portanto, não serão restituídos valores pagos referentes à taxa de administração, fundo de reserva e/ou seguros, sendo ainda possível a aplicação de uma cláusula penal por quebra de contrato.

      Abraço!

  6. Luan Gama disse:

    Site muito bom e esclarecedor! Obrigado aos envolvidos.

  7. Patrícia Vidal disse:

    O banco na qual tenho conta está me oferecendo consórcio pra imóvel mas gostaria de entender mais sobre o assunto.Meu banco é o Itau

    1. ABAC disse:

      Olá, Patrícia.

      Sugerimos a leitura das cartilhas da ABAC para entender as principais regras do consórcio. O download é gratuito! Acesse: http://abac.org.br/a-abac/cartilhas. Além disso, a ABAC está à disposição para o que precisar!

      Abraço!

  8. luiz antonio ayres disse:

    Num grupo de 168 meses, onde saem um imóvel por lance e outro por sorteio, em quanto tempo devo ser contemplado?

    1. ABAC disse:

      Olá, Luiz.

      Não é possível prever quando você será contemplado, o que pode acontecer até o final do seu grupo de consórcio.

      Abraço!

  9. Adriana disse:

    E se eu for contemplado,e pegar o valor abaixa da carta de crédito e continuar pagando eles me darão o valor restante ?

    1. ABAC disse:

      Olá, Adriana.

      Não. Na hipótese de adquirir bem com preço inferior ao valor do crédito, a diferença deve ser utilizada, a critério do consorciado, para (i) pagamento de obrigações vinculadas ao bem, observado o limite total de 10% do valor do crédito, relativamente às despesas com transferência de propriedade, tributos, registros cartoriais, instituições de registros e seguros; (ii) quitação das prestações vincendas na forma estabelecida no contrato e (iii) devolução do crédito em espécie ao consorciado quando suas obrigações financeiras, para com o grupo, estiverem integralmente quitadas.

      Abraço!

  10. Se eu tiver nome no spc e for sorteado eu posso retirar o bem a qual eu estou comtribuindo?

    1. ABAC disse:

      Olá, Moises.

      À época da utilização do crédito, a Administradora avaliará o seu cadastro e a sua capacidade financeira de pagamento. Se, na ocasião, você estiver negativado junto aos órgãos de proteção ao crédito haverá problemas para liberação do crédito.

      Abraço!

  11. Eliton disse:

    Como funciona o lance fixo?Vou pagar junto com as parcelas, se contemplado como isso reduz o número de parcelas?

    1. ABAC disse:

      Olá, Eliton.

      O lance é a oportunidade a mais que o consorciado tem de concorrer à contemplação por meio do pagamento antecipado de parcelas. Ele poderá ser abatido de três maneiras: quitando da última para a primeira (ordem inversa), quitando a contar pelo próximo pagamento (ordem direta) ou diminuindo o valor de todas as prestações em aberto. Confira quais são as regras estabelecidas pela administradora em contrato. Recomendamos também a leitura do post “Conheça os diferentes tipos de lance no consórcio”: http://blog.abac.org.br/consorcio-de-a-a-z/conheca-os-diferentes-tipos-de-lance-no-consorcio-2

      Abraço!

  12. Aplicação em imóveis. E obrigobrigatório que este imóvel tenha escritura

    1. ABAC disse:

      Olá, Gilenilson.

      Em caso de consórcio de imóveis, para utilização do crédito contemplado um dos requisitos exigidos é a Escritura Definitiva do imóvel em nome do vendedor, devidamente registrada junto ao Cartório de Registro de Imóveis competente.

      Abraço

  13. Maicon disse:

    Muito bom!!!! Obrigado!!! seus lindos!!!

  14. Wagner disse:

    Se eu fizer o contrato e depois de um bom tempo pagando o consorcio, precisar cancelar o contrato, consigo ter o retorno do dinheiro investido? Como funciona nesta situação?

    1. ABAC disse:

      Olá, Wagner.

      Em caso de pedido de cancelamento, o consorciado não contemplado continua participando dos sorteios mensais como excluído. O consorciado excluído terá direito à restituição do percentual pago ao fundo comum (que é o valor destinado à compra do bem), calculado sobre o valor do crédito na data da contemplação por sorteio ou na data da última de assembleia, acrescido dos rendimentos da aplicação financeira. Portanto, não serão restituídos valores pagos de taxa de administração, fundo de reserva e/ou seguros, caso contratados, sendo ainda possível que seja aplicada uma cláusula penal por quebra de contrato.

      Abraço!