Publicado em 30/11/2016 as 10:10H
Dicas da ABAC

Dicas para o bom uso do 13º salário 

Mais de 84 milhões de trabalhadores formais vão receber o pagamento do 13º salário até 20 de dezembro, além de 34,6 milhões de aposentados e pensionistas do INSS e da União. Nesse post, o Blog da ABAC separou algumas dicas para o consorciado fazer um bom uso desse dinheiro extra que chega no final do ano.

– Dê um lance

No consórcio, a contemplação por sorteio coloca todos os consorciados em dia com o pagamento para concorrerem à contemplação em condições de igualdade. Já na contemplação por lance, saem na frente aqueles consorciados que se programaram e possuem recursos financeiros disponíveis. Com o recurso extra do 13º salário, você pode aumentar as chances do seu lance ser o vencedor de seu grupo.

– Regularize seu consórcio

Ao entrar em um grupo de consórcio, é fundamental escolher um plano que tenha parcelas e prazos que caibam no seu bolso. Entretanto, se o consorciado enfrentou algum imprevisto durante o ano e atrasou as parcelas, uma boa dica é usar o 13º salário para regularizar sua situação. Leia o post Atrasei a prestação do consórcio. E agora?!

– Antecipe prestações

Ao adquirir uma cota de consórcio, você assume compromisso financeiro com o grupo por prazo determinado. Uma boa sugestão é utilizar os recursos do 13º salário para antecipar o pagamento de algumas prestações, reduzindo esse prazo e a dívida com a administradora de consórcios. Você pode antecipar parcelas vincendas mais próximas, prestações vincendas a contar da última ou utilizar o valor antecipado para diminuir todas as próximas parcelas mensais, dependendo do que estiver previsto em seu contrato – leia o post Como posso antecipar o pagamento do consórcio?

Já se você ainda não é consorciado ou deseja apenas manter o seu consórcio em dia, confira as sugestões da economista Silvia Guido:

– Quite dívidas

Se no decorrer do ano você não conseguiu honrar todos os seus compromissos financeiros, a orientação é aproveitar esse dinheiro extra para quitar as dívidas que estão em atraso. Nesse momento, é importante analisar as dívidas com juros mais altos, como cartão de crédito e cheque especial, mas se despesas como água, energia e gás também estiverem em atraso, vale olhar para elas com atenção para evitar o corte no fornecimento.

– Programe-se para o ano novo

Outra boa maneira de utilizar os recursos do 13º salário é se programar financeiramente para o ano que se inicia. Logo no começo de 2017, você deverá quitar algumas despesas como IPVA e IPTU, ou ainda matrícula da escola ou material escolar, caso você tenha filhos. Essa é uma forma de evitar o endividamento quando essas contas chegarem e se planejar para começar o ano no azul.

– Consuma

Sabe aquela viagem que você pretende fazer com a família ou aquele produto que passou o ano todo desejando? Se não está endividado, essa é a hora perfeita para realizar alguns de seus sonhos de consumo. Embora o país atravesse um momento financeiro que não incentive grandes gastos, você também pode aproveitar esses recursos do 13º salário para fazer com que o Natal da sua família tenha bons presentes, fugindo das tradicionais “lembrancinhas”.

Segundo estimativas do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), serão injetados na economia do país por volta de R$ 197 bilhões com os recursos do 13º salário. Esse montante representa cerca de 3% do Produto Interno Bruto (PIB) do país e está 8,2% acima do valor alcançado em 2015, que ficou em R$ 182 bilhões.

Se bem utilizado, esse recurso pode fazer a diferença e contribuir com o equilíbrio do orçamento familiar durante todo o próximo ano. Então, aproveite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*