O que são “recursos não procurados” no consórcio?

14 . fev . 2022

Quando um grupo de consórcio é encerrado, é possível que o consorciado tenha valores a receber. Podem ser créditos não utilizados; rateio do saldo do fundo de reserva; saldo remanescente do fundo, como rendimentos, juros, multa, etc. Você sabe o que acontece com os chamados recursos não procurados no consórcio? Descubra no post de hoje.

Quando um grupo de consórcio chega ao fim, é possível que existam recursos em seu fundo comum, como:

  • crédito de consorciados ativos e excluídos não contemplados;
  • crédito de consorciados ativos contemplados, porém não utilizados;
  • crédito de participantes excluídos que não foram resgatados;
  • saldos remanescentes no fundo comum e, se for o caso, no fundo de reserva, que serão rateados proporcionalmente ao valor das respectivas prestações pagas.

Dentro de 60 dias, contados da data da realização da última assembleia de contemplação do grupo, a administradora comunica a existência desses recursos a todos os consorciados ativos e excluídos. Essa comunicação é feita por meio de carta com AR, telegrama, ou correspondência eletrônica. Além disso, elas ficam disponíveis no site da administradora, na página inicial.

A partir do comparecimento do consorciado, a administradora providencia o pagamento, em espécie, no prazo máximo de 30 (trinta) dias corridos.

O que acontece se os valores não forem resgatados?

Quando o consorciado não atende ao chamado da administradora e deixa os valores a seus cuidados, eles passam a ser chamados “recursos não procurados”. 

Nesse caso, a administradora de consórcios assumirá a condição de gestora dos recursos não procurados. Inclusive, por ter custos e responsabilidades em relação a esses recursos, fica a critério da empresa cobrar uma taxa mensal de permanência após o encerramento do grupo, nos termos do contrato. 

Vale ressaltar que os recursos não procurados recebem tratamento contábil específico, não se misturando aos registros contábeis da administradora de consórcio. 

Eles são aplicados e remunerados de acordo com uma das opções de investimento autorizadas pelo Banco Central do Brasil, órgão que regulamenta o Sistema de Consórcios.

Sistema Valores a Receber: o novo serviço do Banco Central

O Banco Central do Brasil lançou um novo serviço para o cidadão: o Sistema de Valores a Receber (SVR). Esse serviço possibilitará às pessoas físicas e jurídicas verificarem se têm valores a receber de administradoras de consórcios ou instituições do sistema financeiro. Em caso positivo, ele permitirá ainda que seja solicitada a devolução dos recursos.

Para facilitar a consulta, o BCB desenvolveu um site exclusivo para o assunto: valoresareceber.bcb.gov.br. Você já pode acessá-lo e, por meio do seu CPF ou CNPJ, saber se tem algum valor a receber. Caso tenha, você também será informado da data em que deverá acessar novamente o sistema para saber mais e solicitar a devolução.

Saiba mais sobre o Sistema de Valores a Receber (SVR) clicando aqui.

Categoria(s):

Consórcio de A a Z

Tag(s):

, , , , , , , , , ,

25 Comentários

  • Boa tarde!
    Como faço para receber os valores, de pessoas que já faleceu?

    • Olá, Isaias!

      ​Em breve, o BC divulgará os procedimentos para consulta de valores a receber por terceiros legalmente autorizados (procurador, tutor, curador, herdeiro, inventariante ou responsável por menor não emancipado) e por representantes de pessoas jurídicas, empresário individual e microempreendedor individual.

      Um abraço!

  • Eu tenho algum valor para receber

  • Por favor, aguardava em valores a receber , recursos pagos , consórcio Mesbla , não recebia nada. Consegue esclarecer o motivo .

    • Olá, Maria!

      Essa dúvida está esclarecida na questão 11 do texto!

      Um abraço!

  • Consultando o SVR descobri que tenho valores a receber do Consorcio Nacional Honda, porém nenhum dos canais que a Empresa disponibiliza para solicitar o resgate funciona, site, app, email!!
    Como devo agir?

    • Olá, Alessandro!

      Para que possamos auxiliá-lo de uma forma mais precisa, por gentileza, entre em contato através do endereço de e-mail [email protected] descrevendo novamente o seu questionamento, informando o nome da Administradora de consórcios e o número do grupo/cota, para que possamos obter informações mais detalhadas sobre o seu caso.

      Um abraço!

  • Tenho um valor que consta no Banco Central de um consórcio da Honda. Estou tentando sem resposta informações da operadora do consórcio de como resgatar o valor.

    • Olá, Paulo!

      Para que possamos auxiliá-lo de uma forma mais precisa, por gentileza, entre em contato através do endereço de e-mail [email protected] descrevendo novamente o seu questionamento, informando o nome da Administradora de consórcios e o número do grupo/cota, para que possamos obter informações mais detalhadas sobre o seu caso.

      Um abraço!

  • Boa Noite!!!
    Recebi um valor de um consorcio através de valores a receber estipulado pelo banco central, porém o valor do deposito foi menor que o valor informado.
    Como proceder???

    • Olá, Gilson!

      O Termo de Ciência do Sistema Valores a Receber (SVR) determina o seguinte: “Estou ciente de que: (…) b) o valor informado no sistema pode ser diferente do que será efetivamente pago. Isso pode ocorrer em razão de alguma atualização monetária ou de descontos previstos em lei, em norma do sistema financeiro ou em contrato.”.

      Um abraço!

  • Olá boa noite eu consultei o banco central e lá tem um valor a receber fui encaminhado para o site da Chevrolet para pedir o reembolso porém estou a dias entrando em contato com eles mandando e-mail ligando e nada de uma resposta gostaria de saber como receber este valor do um antigo consórcio antesiosamente obrigado

    • Olá, Leandro!

      Para que possamos auxiliá-lo de uma forma mais precisa, por gentileza, entre em contato através do endereço de e-mail [email protected] descrevendo novamente o seu questionamento, informando o nome da Administradora de consórcios e o número do grupo/cota, para que possamos obter informações mais detalhadas sobre o seu caso.

      Um abraço!

  • Fiz a consulta do CPF e constava valores a receber, fiz todo procedimento e quando recebi, o valor foi bem menor no qual havia mostrado.

    • Olá, Aldecy!

      O Termo de Ciência do Sistema Valores a Receber (SVR) determina o seguinte: “Estou ciente de que: (…) b) o valor informado no sistema pode ser diferente do que será efetivamente pago. Isso pode ocorrer em razão de alguma atualização monetária ou de descontos previstos em lei, em norma do sistema financeiro ou em contrato.”.

      Um abraço!

  • A minha dúvida é, meu consórcio ainda continua porém eu cancelei minha parte, no caso eu vou receber pelo banco central ou só quando o consórcio encerrar?

    • Olá, Mateus!

      O consorciado desistente continua participando dos sorteios mensais na condição de excluído e tem direito à restituição do percentual pago a título de fundo comum (que é o valor destinado à aquisição do bem). Não serão restituídos valores pagos referentes à taxa de administração, bem como de fundo de reserva e de seguro, caso contratados; sendo possível, ainda, a aplicação de uma cláusula penal por quebra do contrato. Recomendamos a leitura da postagem “Como o crédito do consorciado desistente é atualizado” publicada no próprio site da ABAC – http://blog.abac.org.br/consorcio-de-a-a-z/consorciado-desistente-credito-atualizacao.

      Um abraço!

  • Ola a empresa de consorcio nacional govesa encerrou suas atividades e nao devolveu o dinheiro para os consorciados e agora oque pode ser feito disseram que ia passa os grupos para outra empresa de consorcio mas no momento ninguem se pruninciou ou se que recebemos um email da govesa
    Quero meu dinheiro de volta.

  • Como faço para receber valores esquecidos, tenho um valor receber do Consorcio Govesa , que esta em Liquidação Extrajudicial. Tem outra opção além de esperar a empresa resolver essa situação?

  • Olá gostaria de saber mais informações do que esta sendo feito em relação ao consorcio nacional GOVESA, esse consorcio ja encerrou as atividade por alguma inregularidade, o BANCO CENTRAL é o responsavel por isso e não solucionou a questão de acordo que fosse bom pra todos, os consorciados ficaram sem o seu dinheiro e sem previsão de receber, ninguem da nenhuma satisfação sobre o ocorrido e enquanto isso todos nos que fizemos o consorcio estamos jogados para escanteio sem saber o que fazer e sem participar da decisão sobre o nosso dinheiro. Eu quero o meu dinheiro de volta com que devemos falar para resolver isso por nos de uma solução.

    • Olá, Rômulo!

      No site da Govesa (https://www.consorciogovesa.com.br/) consta comunicado aos consorciados e credores, bem como a seguinte informação:

      Em caso de dúvidas, fale conosco por meio de um dos Canais de Atendimentos indicados abaixo: e-mail: [email protected] / telefone: (62) 3238-5000.

      Um abraço!

  • Realizei um consórcio pelo banco Santander e nunca recebi os valores pagos.
    Como faço para receber?

    • Olá, Roberto!

      Recomendamos a leitura da postagem “O que acontece no encerramento do grupo de consórcio?” publicada no próprio site da ABAC – https://blog.abac.org.br/consorcio-de-a-a-z/o-que-acontece-no-encerramento-do-grupo-de-consorcio. Caso haja interesse e para que possamos auxiliá-lo(a) de uma forma mais precisa, por gentileza, entre em contato através do endereço de e-mail [email protected] descrevendo novamente o seu questionamento, informando o nome da Administradora de consórcios e o número do grupo/cota, para que possamos obter informações mais detalhadas sobre o seu caso.

      Um abraço!

Deixe seu comentário

Receba novidades



    ENVIE SUGESTÕES
    DE POSTAGENS