Publicado em 2/06/2017 as 17:23H
Drops de Mercado

Sistema de Consórcios março/2017: dados econômicos

No fechamento do primeiro trimestre do ano, o Sistema de Consórcios continuou apresentando resultados positivos. Com tíquete médio em março 21,1% maior que no mesmo mês do ano passado (subindo de R$ 33,2 mil para R$ 40,2 mil), os créditos contratados aumentaram 20,7%, avançando de R$ 16,94 bilhões para R$ 20,45 bilhões.

Já as vendas de novas cotas (532,5 mil) cresceram 4,7%, embora o total de participantes ativos tenha se retraído em 2%, finalizando março com 6,97 milhões de participantes. As contemplações caíram 14% (de 351,8 mil para 302,7 mil) e os créditos concedidos baixaram 8,6% (de R$ 10,52 bilhões para R$ 9,62 bilhões).

Na análise dos seis setores nos quais os consórcios estão presentes, cinco marcaram resultados positivos na relação trimestral das adesões. Apenas o setor de motocicletas teve percentual negativo.

Confira a seguir o desempenho do Sistema de Consórcios por segmento, de janeiro a março de 2017 em comparação com o mesmo período de 2016.

Consórcios de veículos leves: vendas de cotas e os créditos comercializados apontaram crescimento de 16,1% e 21,6% respectivamente: foram vendidas 254,6 mil cotas no primeiro trimestre do ano, que somaram R$ 10,54 bilhões. O total de participantes ativos cresceu 6,2%, ficando em 3,42 milhões. Já as contemplações (132,5 mil) caíram 3,5% e os créditos disponibilizados (R$ 5,41 bilhões) caíram 2%.

Consórcio de motocicletas: passando por constantes retrações, esse segmento registrou queda de 9,2% nas vendas de cotas de janeiro a março deste ano em comparação com 2016, registrando 208 mil comercializações. Elas somaram R$ 1,74 bilhão em créditos, 1,7% a menos que no mesmo período do ano passado. Foram 141,5 mil contemplações no período (-22,8%) e R$ 1,51 bilhão em créditos disponibilizados aos contemplados (22,6%). O total de participantes ativos em março ficou em 2,41 milhões, caindo 12,4%. Apenas o tíquete médio de março apresentou alta: subiu 13% e fechou o mês em R$ 8,7 mil.

Consórcio de veículos pesados: esse segmento cresceu 8% em vendas, que totalizaram 9 mil cotas comercializadas. Apesar da queda de 1,3% no tíquete médio de março, que ficou em R$ 151,4 mil, o volume de créditos comercializados cresceu 5,6% e fechou o trimestre em R$ 1,32 bilhão. As contemplações (7,05 mil) e o volume de créditos disponibilizados (R$ 995,78 milhões) caíram 12,4% e 11,1% respectivamente. O segmento fechou março com 278,5 mil participantes ativos, 1,2% a menos que em março de 2016.

Consórcio de imóveis: as vendas desse segmento também cresceram 12%, somando 51,4 mil cotas. Isso representou R$ 6,79 bilhões em créditos, 30,3% a mais que o registrado no primeiro trimestre do ano passado. O tíquete médio de março foi de R$ 136,4, ao todo, 22,1% a mais que em 2016. As contemplações (16,8 mil) caíram 10,2% e o volume de créditos disponibilizados (R$ 1,68 bilhão) caiu 9,7%. O segmento fechou março com 792 mil participantes ativos, menos 2% do que o registrado no ano passado.

Consórcio de eletroeletrônicos: com 26,5 mil participantes ativos em março, esse segmento vendeu 23% a mais de cotas (3,85 mil) do que no primeiro trimestre do ano passado. Também em função do aumento do tíquete médio de R$ 4,7 mil para R$ 5 mil e março, os créditos comercializados no trimestre cresceram 30%, somando R$ 18,61 milhões. Já as contemplações caíram 16,3%, fechando em 1,8 mil, e os créditos disponibilizados diminuíram 16,3%, totalizando R$ 9,63 milhões.

Consórcio de serviços: Esse segmento continua sendo o destaque do Sistema. A venda de cotas cresceu 86,9% de janeiro a março (5,7 mil), enquanto o volume comercializado cresceu 108,4% (R$ 40,54 milhões). As 3,05 mil contemplações, 33,8% que no mesmo período do ano passado, somaram R$ 16,98 milhões em créditos, 33,9% a mais que em 2016. O segmento fechou março com 40 mil participantes ativos (crescimento de 23,8%) e tíquete médio de R$ 7,3 mil (12,3% maior).

Sistema de Consórcios em geral

Veja abaixo o balanço do Sistema de Consórcios em março, considerando todos os segmentos, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Participantes ativos consolidados (consorciados em grupos em andamento)}
– 6,97 milhões (janeiro-março/2017)
– Retração: 2%

Vendas de novas cotas (novos consorciados)
– 532,5 mil (janeiro-março/2017)
– Crescimento: 4,7%

Volume de créditos comercializados
– R$ 20,45 bilhões (janeiro-março/2017)
– Crescimento: 20,7%

Tíquete médio geral (valor médio da cota no mês)
– R$ 40,2 mil (janeiro-março/2017)
– Crescimento: 21,1%

Contemplações (consorciados que tiveram a oportunidade de comprar bens)
– 302,7 mil (janeiro-março/2017)
– Retração: 14%

Volume de créditos disponibilizados
– R$ 9,62 bilhões (janeiro-março/2017)
– Retração: 8,6%

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*