fbpx

Black Friday 2020: 7 dicas para comprar com segurança

21 . nov . 2020

Compras pela internet têm sido uma forte opção em 2020, com a necessidade de isolamento social em função da pandemia da COVID-19. E isso deve ser reforçado nas datas mais importantes para o comércio, como a Black Friday 2020. Uma pesquisa realizada pela TrackyLocke Brasil revelou que 43% das pessoas entrevistadas estão se programando para comprar na Black Friday. Destas, 83% devem explorar o comércio online. Com isso, fica a pergunta: qual a melhor forma de comprar pela internet com segurança?

O Blog da ABAC reuniu 6 dicas para que você possa fazer compras pela internet na Black Friday 2020, tomando os cuidados necessários com os seus dados. Quem nos dá as dicas é o coordenador e professor do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas da Faculdade Senac de Curitiba (PR), Rodrigo Souza D’Avila.

1) Pesquise sobre a empresa

Comprar pela internet com segurança requer buscar informações sobre a empresa que vende o produto. Procure pelo CNPJ da empresa em seu site e pesquise se ela existe nos dados da Receita Federal e onde ela está situada. Além disso, vale saber a avaliação da empresa em sites que recebem reclamações de clientes. Em plataformas de e-commerce que reúnem diversos fornecedores, também é válido ver comentários e avaliações de clientes sobre os serviços prestados pelas lojas.

2) Cuidado com links patrocinados

Ainda que as promoções que aparecem nas redes sociais chamem atenção, nem sempre é recomendável clicar nesses links. Segundo o coordenador, é melhor evitar anúncios de lojas que não conhecemos. No caso das redes sociais, muitos links podem ser iscas para golpes. “É bom manter o controle da ansiedade e não clicar em qualquer anúncio. Por mais que a oferta ou o produto sejam tentadores, algumas empresas são desconhecidas”, avalia.

3) Confirme a origem de ofertas por e-mail

A prática de envio de links por e-mail já é antiga na era da internet. Mas nunca é demais tomar cuidado para fazer compras pela internet com segurança. Ao receber promoções de produtos, investigue se o remetente está relacionado com a loja que diz que representa. Caso contrário, pode ser uma armadilha para um golpe. Também é importante observar se o corpo da mensagem tem algum erro de português. 

Além disso, informações como mensagem desconexas ou códigos suspeitos, são indícios para evitar a promoção. O professor nos dá outra dica importante, se houver imagem com hiperlink no e-mail. “Passe o mouse em cima da figura, sem clicar. Isso vai mostrar um link no canto inferior esquerdo da tela. Se não for um endereço da loja anunciada ou o endereço for suspeito, descarte a opção”, explica.

4) Verifique se a página é criptografada

As páginas na internet que são criptografadas usam o HTTPS. Essas letras estão no início da URL, o endereço do site. Isso significa que a comunicação de ida e volta de informações é criptografada e segura. Ou seja, os dados que os clientes colocam na página estão em um ambiente em que você pode confiar e fazer compras pela internet com segurança.

5) Certifique-se que o site tem central de atendimento

Empresas precisam ter uma central de atendimento ao cliente para tirar dúvidas. Eles podem ser tanto por chat, como por e-mail, telefone ou whatsapp. Se o site não possuir esses canais, desconfie. Outro meio de garantir segurança é entrar em contato com esses canais antes de realizar uma compra. Se não houver atendimento ou retorno, melhor evitar a compra.

6) Proteção de dados e informações

A segurança de suas informações precisa ser garantida nas compras pela internet em um documento chamado de termo de uso de informações. O cliente precisa saber como o site de compras utiliza seus dados e de que maneira os armazena. Ainda que o site ofereça garantias, é importante o cliente não deixar salvo nos campos de preenchimento números de cartão de crédito, por exemplo, conforme explica o coordenador. “Não se trata da segurança do site em si, mas pode haver algum vírus no computador que pode roubar seus dados”, alerta.

Por falar em evitar golpes, a ABAC fez uma série de dicas, em duas partes, para que você não caia em golpes financeiros. Confira a seguir a parte 1 e a parte 2 da série.

7) DICA DA ABAC: atente-se às variações dos preços

“Tudo pela metade do dobro”. Em anos anteriores de Black Friday, muitos consumidores relataram haver aumento nos preços dos produtos dias antes, apenas para parecer que o desconto oferecido era maior. Portanto, fique atento às variações dos preços dos produtos. Há diversos sites na internet que você pode consultar para ver o histórico de preços. Se houve uma disparada nos valores dias ou semanas antes da Black Friday 2020, fique atento: o “desconto” pode ser apenas uma técnica para fisgar o consumidor. Por falar nisso, leia o nosso post 4 técnicas de vendas utilizadas para fisgar o consumidor.

E, para finalizar, já que o assunto envolve hábitos de consumo, não deixe de conferir 40 hábitos de consumo consciente para adotar no dia a dia.

Categoria(s):

Dicas da ABAC

Tag(s):

, ,

Deixe seu comentário

*

Receba novidades



ENVIE SUGESTÕES
DE POSTAGENS