Consórcio de veículos leves alcança resultados inéditos em 2023

06 . fev . 2024

Líder indiscutível no Sistema de Consórcios, o consórcio de veículos leves fechou 2023 alcançado resultados inéditos. É o caso do indicador que mede o volume de créditos comercializados. No acumulado de 12 meses, ele encerrou o ano superando o patamar de R$ 100 bilhões – feito conquistado pela primeira vez na história do segmento, considerando apenas o segmento de veículos leves.

O volume de créditos comercializados é o indicador do Sistema de Consórcios que representa a soma de todos os contratos de consórcios firmados em determinado período. Se tiver alguma dúvida sobre o assunto, é importante ler este post. Em 2023, essa somatória chegou a R$ 104,32 bilhões, aumentando em 27,9% o resultado alcançado no ano anterior. Naquela ocasião, o volume de créditos comercializados chegou a R$ 81,59 bilhões, segundo dados da assessoria econômica da ABAC.

O pico de valores contratados ocorreu no mês de novembro, quando os novos contratos do consórcio de veículos leves somaram R$ 12,14 bilhões em créditos. Houve aí uma mudança de comportamento, já que nos anos anteriores, entre 2020 e 2022, o pico das contratações variou entre os meses de agosto e setembro. O volume de novembro de 2023 foi, ainda, recorde mensal para o indicador de créditos comercializados neste segmento, superando o recorde anterior, de R$ 10,76 bilhões, contabilizados em julho do mesmo ano.

Alta em adesões e tíquete médio impulsionaram

Para entender a elevação no volume de créditos contratados via consórcio, ou créditos comercializados, é preciso analisar o desempenho de outros dois indicadores, que estão diretamente ligados. O de cotas vendidas, as chamadas adesões, e o tíquete médio, que é o valor médio da cota contratada.

No acumulado de 2023, foram vendidas 1,7 milhão de cotas do consórcio de veículos leves, resultado que representou alta de 13,3% ante as 1,5 milhão do acumulado de 2022. Ao longo do ano, o único mês cujo total de cotas vendidas ficou abaixo que seu respectivo em 2022 foi julho. Naquela ocasião, foram vendidas 146.130 cotas, ante 147.685 de um ano antes.

Ainda em relação ao desempenho mensal de vendas, houve dois momentos de picos nos resultados. Um ocorreu em junho, quando as 162.750 cotas vendidas representaram alta de 39,7% ante junho de 2022. E em novembro, momento em que as vendas cresceram 27,4%, chegando a 165.057, enquanto um ano antes ocorreram 129.546 adesões.

Aliado ao desempenho das vendas, veio a alta no tíquete médio anual, que fechou em R$ 61.457. Na comparação com a média de 2022, quando foi de R$ 54.376, a alta chegou a 13%. Isso representa uma valorização de oito pontos percentuais acima da inflação média no país, que segundo o IPCA fechou 2023 em 4,62%. 

Vale acrescentar ainda que os valores dos tíquetes médios mensais, em 2023, variaram de R$ 56.325, em janeiro, a R$ 73.658, em julho. Aliás, além de ser o maior valor de 2023, julho recorde do segmento na comparação do tíquete médio mensal.

5 anos consecutivos de crescimento

Em 2023, quatro indicadores do consórcio de veículos leves acumularam cinco anos consecutivos de crescimento. Além de cotas vendidas e créditos comercializados, cujos resultados você acabou de conferir, isso também ocorreu em participantes ativos e créditos disponibilizados.

No caso dos participantes ativos, o indicador tem periodicidade mensal. Os 4,47 milhões registrados em dezembro representaram o maior valor do ano. Dessa forma, encerrou 2023 com alta de 5,7%, já que um ano antes eram 4,23 milhões. Além disso, completou, em dezembro, mantendo uma sequência de 20 meses com resultados acima de 4 milhões de participantes. Esse período começou em maio de 2022, sendo que este patamar foi superado pela primeira vez em setembro de 2021, quando fechou em 4,02 milhões.

Já o volume de créditos disponibilizados, além de crescer pelo quinto ano consecutivo, teve uma alta expressiva: 21,3%. No acumulado de 2023, foram disponibilizados R$ 38,84 bilhões em créditos para aquisição de veículos na categoria que inclui automóveis, camionetas e utilitários. Em 2022, esse montante chegou a R$ 32,01 bilhões. Na média, foram disponibilizados R$ 3,24 bilhões por mês em créditos no consórcio de veículos leves.

Os recursos chegaram aos 636,02 mil contemplados, contingente de pessoas que aumentou pelo terceiro ano seguido. Em 2023, o total de contemplações ficou 7,7% acima de 2022, quando ocorreram 590,59 mil contemplações. O mês com o melhor desempenho foi setembro, quando o volume de contemplados chegou a 72.907.

Veja no card abaixo o resumo do desempenho do consórcio de veículos leves:

Mais sobre o desempenho do Sistema de Consórcios em 2023

Estamos publicando uma série de posts trazendo os principais resultados alcançados pelo Sistema de Consórcios em 2023. Confira abaixo os textos que já estão no ar:

Categoria(s):

Drops de Mercado

Tag(s):

, , , , , , , , ,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba novidades





    ENVIE SUGESTÕES
    DE POSTAGENS