Sou obrigado a usar o crédito ao ser contemplado no consórcio?

29 . nov . 2018

Você entrou em um consórcio planejando a aquisição de um bem ou a contratação de um serviço a médio ou longo prazo, mas foi contemplado antes do esperado. Ou mudou de ideia e não deseja adquirir o bem ou serviço quando da contemplação. Saiba que o consórcio te permite fazer uma série de escolhas, dentre elas, quando utilizar o crédito.

Ao ser contemplado, você não é obrigado a utilizar imediatamente o crédito. Essa decisão pode ser tomada conforme lhe convier, tendo como prazo até o encerramento do grupo. Assim, você escolhe com tranquilidade o bem ou serviço e ainda o fornecedor ou prestador do serviço.

Um fato muito importante a ser considerado é que você terá à sua disposição o valor do crédito vigente na data da AGO (Assembleia Geral Ordinária) de contemplação, independentemente de quando for utilizá-lo. Ou seja, se o valor do crédito for de R$ 50 mil na data da contemplação, mesmo que você utilize o crédito um ano depois e esse valor tenha sido corrigido para R$ 55 mil, você terá disponível R$ 50 mil, acrescidos dos rendimentos financeiros do período, conforme explicaremos a seguir.

Para saber mais sobre correção do valor do crédito, leia também:
Veja como o valor do seu crédito é corrigido no consórcio
Já fui contemplado e o crédito do consórcio mudou. O que acontece?
Entenda a atualização da parcela após contemplação

Rendimentos financeiros

Após a contemplação, o crédito deixa de ser atualizado conforme o critério estabelecido em contrato e passa a ter rendimentos financeiros. O tipo de aplicação é definido pelo grupo durante a primeira AGO, dentre as opções permitidas pelo Banco Central do Brasil (BCB), e registrado no contrato de adesão ao grupo de consórcio.

Assim, da data da AGO de sua contemplação (especificamente em até três dias úteis a partir dessa data) até um dia antes de sua utilização, o crédito estará tendo rendimentos financeiros que serão somados ao valor total ao qual você terá direito.

Exemplificando: caso você seja contemplado com o crédito no valor de R$ 50 mil e utilize o valor seis meses após a contemplação, você terá direito ao valor em vigor na data da contemplação (R$ 50 mil) mais os rendimentos financeiros durante esses seis meses.

Retirar crédito em dinheiro

Caso não queira utilizar o crédito para a compra do bem ou serviço desejado na adesão ao consórcio, você poderá retirar o crédito em dinheiro. Isso pode ser feito desde que tenha quitado a dívida e aguardado o prazo de 180 dias da contemplação.

Caso o grupo se encerre e o consumidor não tenha utilizado o crédito, ele também terá direito a retirá-lo em dinheiro, desde que tenha quitado todo o débito junto ao grupo.

Para saber mais sobre a utilização do crédito no consórcio, leia também Como usar o crédito ao ser contemplado. E se você ainda tiver alguma dúvida sobre o assunto, entre em contato com a ABAC pelo e-mail falecom@abac.org.br.

Categoria(s):

Consórcio de A a Z

Tag(s):

, , , ,

16 Comentários

  • Muito importante as notícias e informações para os corretores de consórcio amei muito bom!!!

    • Que bom que contribuímos, Sueli! Obrigada pelo comentário!

      Um abraço

  • Fui contemplado, não usei o valor da carta ainda, tem 1 ano isso, o valor era 25 mil, agora quem for contemplado recebe 28 mil, porém terei que pagar 28 mil, pois é carta de veículo e o Ipca aumentou, minha compra defasou, e mesmo tenho que pagar para os outros, acredito estar sendo roubado, por pagar pelo que não vou receber…

    • Olá, Robson.

      A Administradora disponibilizou o valor do crédito contratado vigente na data da sua contemplação, acrescido dos rendimentos decorrentes da aplicação no mercado financeiro. Em consórcio, as prestações não são fixas e a correção do crédito pode ser feita tanto para mais quanto para menos. Se o índice for positivo ou o preço sugerido aumentar, o valor da parcela também aumentará, mas o consorciado contemplado não receberá qualquer diferença. Recomendamos a leitura das postagens (1) “Crédito do consórcio: não usei e o valor mudou. Quanto vou receber?” publicada no próprio site da ABAC – https://blog.abac.org.br/consorcio-de-a-a-z/credito-do-consorcio-nao-usei-valor-mudou e (2) “O que é autofinanciamento?” publicada no próprio site da ABAC – https://blog.abac.org.br/consorcio-de-a-a-z/o-que-e-autofinanciamento.

      Um abraço!

  • Tenho consórcio motocicleta junto consórcio nacional Honda, fui contemplado em 2019, não peguei bem, quitei esse mês agosto 2021, no extrato parcelas está valor bem disponível 12.890,00, fui lá solicitar o valor crédito pq quitei o consórcio, falaram que só vão me devolver 11.000,00. Será que é junto isso. Ou estão querendo me obrigar a retirar o bem.

  • Tenho uma carta de consórcio Bradesco contemplada por lance ,mais não houve possibilidade de usá-la na época ,passado quase dois anos essa carta está em R$37.400 está defasada em relação ao valor atual que e de R$50.200 ,ainda faltam vinte prestações, de R$744,00 que estão sendo corrigidas , com esses aumentos absurdos no valor do veículo, essa carta está perdendo seu poder de compra a cada mês que passa, certamente gerará um grade prejuízo e como no momento não tenho interesse de usar esta carta e

    tbm não posso ter esse prejuízo já que contínuo pagando uma prestação baseado no valor do veículo atual ,o que posso fazer ?

    • Olá, Hugo.

      A Administradora disponibilizou o crédito contratado, que corresponde ao valor do bem vigente na data da Assembleia Geral Ordinária (AGO) de sua contemplação, somado aos rendimentos referentes à sua aplicação financeira. Em consórcio a atualização das prestações e, consequentemente, do saldo devedor, tanto para consorciados não contemplados como também para consorciados já contemplados (independentemente da não utilização do respectivo crédito), é fundamental para garantir o poder de compra de todos, do início ao fim do grupo. Assim sendo, ainda que o valor do crédito seja alterado, não haverá qualquer diferença a ser recebida. Sugerimos a leitura das postagens (1) “Já fui contemplado e o crédito do consórcio mudou. O que acontece?” – https://blog.abac.org.br/consorcio-de-a-a-z/ja-fui-contemplado-e-o-credito-consorcio-mudou-o-que-acontece e (2) “Simulação: atualização da parcela do consórcio após contemplação”– http://blog.abac.org.br/consorcio-de-a-a-z/atualizacao-da-parcela-do-consorcio-apos-a-contemplacao, ambas publicadas no próprio site da ABAC.

      Um abraço!

  • Estava com várias dúvidas. Li com atenção as postagens e as perguntas e respostas. Estou satisfeito com as informações que obtive. Muito bom!!!

    • Muito bom receber esse feedback, Carlos! Ficamos muito felizes por contribuir!

      Um abraço!

  • Minha carta de credito foi contemplada por sorteio a 8 meses, não usei o credito e desejo descontempla-la eaguardar novo sorteio ou futuramente ofertar lance.
    Qual o tempo limite em lei para que possa fazer essa opção?

    • Olá, Cleber!

      Não existe a possibilidade de um consorciado solicitar a “descontemplação” de sua cota. Caso permaneça com dúvidas, por gentileza, entre em contato através do endereço de e-mail falecom@abac.org.br descrevendo novamente o seu questionamento, informando o nome da Administradora de consórcios e o número do grupo/cota, para que possamos obter informações mais detalhadas sobre o seu caso.

      Um abraço!

  • Boa noite ,
    Fui contemplado em uma carta, acertei comprar o carro com uma pessoa, mandei documentos fiz vistoria a carta foi liberada porem o vendedor desistiu e alegou que só tinha feito acerto apalavrado e agora ? agora eu quero vender a carta seria possivel? pois já me deu dor de cabeça isso.

  • Bom dia,
    Fui contemplado em 2018 e não utilizei a carta de credito. A ultima parcela do consorcio será no mês que vem. Pergunto: Quero solicitar o credito da carta em dinheiro hoje. O que acontece após eu pagar a ultima parcela? Ela estará a minha disposição após os 60 dias de encerramento do grupo? Recebo este resíduo?

    • Olá, Otavio!

      No Sistema de Consórcios, a retirada do crédito em dinheiro é exceção e somente ocorre em duas hipóteses: (i) após o cumprimento de dois requisitos: quitar integralmente as suas obrigações financeiras e aguardar 180 dias (06 meses) desde a sua contemplação ou (ii) após o encerramento do grupo de consórcio: dentro de 60 dias, contados da data da realização da última Assembleia Geral Ordinária (AGO), a administradora comunicará aos consorciados que não tenham utilizado os respectivos créditos, que os mesmos estão à disposição para recebimento em espécie.

      Um abraço!

Deixe seu comentário

Receba novidades



    Mais vistos

    Nenhum dado até agora.

    ENVIE SUGESTÕES
    DE POSTAGENS