Publicado em 29/06/2017 as 10:46H
Drops de Mercado

Conheça os estados que mais venderam consórcios

As vendas de consórcios cresceram no início do ano, a exemplo dos bons resultados alcançados pela economia brasileira. No post de hoje, confira como foi o desempenho dos estados na comercialização de cotas no 1º trimestre de 2017.

De acordo com dados divulgados pelo IBGE, no 1º trimestre de 2017 a economia do país cresceu 1% em relação ao 4º trimestre de 2016. O avanço ocorreu após oito trimestres consecutivos de quedas. Nos três primeiros meses do ano, as vendas de consórcios cresceram 4,7% em relação ao mesmo período de 2016. A comercialização foi de 508,6 mil cotas, no ano passado, para 532,5 mil.

Entre os estados, os que tiveram os maiores crescimentos nas vendas foram Amapá, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Nesses locais, as vendas subiram 26,6%, 19,1% e 17%, respectivamente. Entretanto, os que mais comercializaram cotas foram São Paulo (113.641), Minas Gerais (48.879) e Bahia (38.730). 

Confira os Estados que mais venderam cotas de consórcios no 1º trimestre de 2017:

Consórcio de Serviços: com múltiplas possibilidades de utilização, o segmento de serviços segue alcançando os melhores resultados do Sistema de Consórcios. A comercialização cresceu 86,9% no país, sendo vendidas 5.700 cotas ante 3.050, no 1º trimestre de 2016. Desdobradas por estados, as altas chegaram a 686,3% no Rio de Janeiro, 372,1% no Espírito Santo, e 333,8% no Amazonas. No total de cotas vendidas, destaque para Paraná (1.778), São Paulo (981) e Minas Gerais (524).

Consórcio de Eletroeletrônicos: a recuperação do segmento de eletroeletrônicos e outros bens móveis, iniciada em 2016 ), se confirmou no 1º trimestre deste ano. A expansão no período foi de 23,2%, quando foram comercializadas 3.850 cotas no país. As altas foram ainda mais expressivas nos estados do Espírito Santo (473,1%), Rio de Janeiro (138,6%) e Paraná (136,8%). Os estados que mais venderam cotas foram São Paulo (947), Rio Grande do Sul (774) e Santa Catarina (470).

Consórcio de Imóveis: o segmento de imóveis também registrou crescimento nas vendas de novas cotas. Foram registradas mais de 51 mil novas adesões, crescimento de 12% em relação ao 1º trimestre de 2016. As maiores altas nas vendas de novas cotas ocorreram no Maranhão (117,1%), Piauí (58,7%) e Amazonas (54,5%). As unidades da federação que mais comercializaram o consórcio de serviços foram São Paulo (20.571), Paraná (5.598) e Rio Grande do Sul (51.350).

Consórcio de Veículos Leves: a comercialização de cotas desse segmento cresceu 16,1%, atingindo 254,6 mil nos três primeiros meses de 2017. O crescimento foi maior nos estados do Rio Grande do Sul (47,8%), Mato Grosso do Sul (34,5%) e Alagoas (33,5%). Entre o total comercializado, os consórcios de veículos leves foram mais vendidos em São Paulo (69.841), Minas Gerais (27.994) e Bahia (18.614).

Consórcio de Veículos Pesados: foram vendidas 9 mil cotas de consórcios de veículos pesados, expansão de 8,1% em relação ao comercializado no 1º trimestre de 2016. São Paulo, com 2.141, Paraná, com 1.377, e Rio Grande do Sul, com 939, foram os estados que mais venderam cotas desse segmento. Percentualmente, as maiores altas foram registradas nos estados de Alagoas (108,3%), Tocantins (65,3%) e Ceará (46,8%).

Consórcio de Motocicletas: o segmento de motocicletas foi o único que não apresentou crescimento no 1º trimestre do ano. Foram comercializadas 208 mil cotas, queda de 9,2% em relação ao mesmo período de 2016. Porém, analisando os dados estaduais, houve expansão em algumas unidades da federação. Casos de Amapá (28,9%), Espírito Santo (12,4%) e Sergipe (9,8%). Os estados que mais venderam cotas do consórcio de motocicletas foram São Paulo (14.443), Pará (12.860) e Minas Gerais (11.711).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

4 comentários sobre “Conheça os estados que mais venderam consórcios”

  1. Sou da área comercial (VENDAS) de CONSÓRCIO. Entendo que os registros postados são extremamente importantes. Permitindo-nos continuamente confirmarmos de que o sistema é a melhor opção para programação de compra de um bem.

    1. ABAC disse:

      Obrigada, Antônio!

      Continue acompanhando nossos canais!

      Abraços

  2. JOÃO VICENTE DE SOUZA LIMA disse:

    É de vital importância as notícias positivas do Consórcio para a população Brasileira pois é assim que começamos a ter credibilidade neste mercado de tanta competitividade

    1. ABAC disse:

      Olá, João. Agradecemos seu comentário!

      Abraço