fbpx

Como fazer um consórcio de moto

22 . nov . 2019

Baixos custos, poder de compra à vista, valor do bem atualizado, diversidade de créditos e prazos para pagamento, possibilidade de antecipar a contemplação ofertando lances. São inúmeras as vantagens que pessoas que se planejam têm ao fazer um consórcio. Não é a toa que essa é uma das modalidades favoritas de quem deseja comprar uma moto.

Consórcio é uma forma de acesso ao crédito para compra de bens e contratação de serviços, na qual você define quanto precisa e o tempo máximo para pagamento e contemplação. Por isso, se você não tem pressa e já sabe que se planejando conseguirá comprar ou trocar sua moto num futuro próximo, o consórcio é uma boa oportunidade pra você!

Como funciona

Ao aderir a um consórcio de moto, você paga parcelas durante um período definido em contrato. Todo mês, uma ou mais pessoas são contempladas e podem utilizar o crédito para comprar a moto desejada. A contemplação pode ocorrer por sorteio ou lance, que funciona como um leilão – quem oferta o maior valor ou percentual, é contemplado. Esse valor é abatido do saldo devedor, ou seja, o lance é um adiantamento de parcelas.

O que é pago no consórcio de moto

No consórcio você paga o valor do crédito, acrescido de uma taxa de administração pelos serviços prestados pela administradora do grupo – clique aqui para saber mais. Se constarem no contrato, também são pagos fundo de reserva e seguros.

Tudo no consórcio é calculado em percentual do preço do bem. Dessa forma, se o crédito é atualizado, as parcelas também são. O crédito é atualizado para manter o poder de compra dos consorciados até o fim do grupo, e o critério de atualização é especificado no contrato de adesão.

Como usar o crédito

Ao ser contemplado, o consorciado pode utilizar o crédito para conquistar seu objetivo. O crédito somente é liberado após a apresentação de garantias, que vão variar com o contrato e com as condições do consorciado no grupo.

Com a liberação do crédito, o consorciado escolhe a moto que deseja e paga à vista. Vale destacar que o consumidor tem total liberdade para escolher marca e modelo da moto, bem como o vendedor – a administradora realizará o pagamento diretamente ao vendedor escolhido. Fique atento apenas ao ano da moto, em caso de usada! O limite é estipulado pela administradora e consta do contrato de adesão.

O consorciado também pode usar até 10% do crédito para pagamento de despesas como documentação e seguro do veículo. Para conferir outros benefícios e possibilidades de uso do crédito leia também o e-book Como aproveitar o crédito do seu consórcio.

Como comprar um consórcio de moto

O primeiro e mais importante passo é escolher uma administradora do grupo autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil. Todas as administradoras associadas à ABAC são autorizadas, e a relação completa você encontra aqui.

Outra dica é pesquisar as opções de planos disponíveis, conferindo as taxas e as condições do grupo, como forma de oferta e apuração de lance e critério de atualização do crédito e das parcelas.

Por fim, você deve ler atentamente ao contrato de adesão antes de assiná-lo. Afinal, é nele que constam seus direitos e deveres, sendo uma forma de evitar surpresas no decorrer do grupo. Em caso de dúvidas sobre cláusulas, você pode entrar em contato com a ABAC. Nosso atendimento é gratuito!

Categoria(s):

Dicas da ABAC

Tag(s):

, ,

Deixe seu comentário

*

Receba novidades




ENVIE SUGESTÕES
DE POSTAGENS