fbpx

É possível renegociar dívida do consórcio?

31 . jul . 2020

Você já foi contemplado, mas teve imprevistos e está com parcelas em atraso. Entrou em contato com a administradora e enfrenta dificuldades para negociar a dívida. E agora, como proceder?

Primeiramente, é preciso compreender que a administradora de consórcios figura na qualidade de gestora dos negócios do grupo. Além disso, conforme determina a Lei nº 11.795/2008 (Lei dos Consórcios), em seu art. 3º, § 2º, o interesse do grupo de consórcio prevalece sobre o interesse individual do consorciado.

Dessa forma, nem sempre a empresa poderá negociar a dívida. Isso ocorre porque a viabilidade de tal negociação depende da conjuntura do grupo ao qual o consorciado pertence. Outra questão considerada é a situação do próprio consorciado.

Juros moratórios e multa

Em caso de atraso de prestação, a administradora poderá cobrar 1% de juros e 2% de multa, conforme estiver estipulado em contrato.

Metade (50%) dos juros moratórios e da multa decorrentes da inadimplência é destinada ao grupo e a outra metade (50%) à Administradora. A metade destinada ao grupo, a Administradora não pode deixar de cobrar, cabendo a ela a negociação apenas da parte que lhe compete.

Mas vale destacar que, mesmo essa parte, a Administradora não é obrigada a negociar, visto que a inadimplência implica em custos para a empresa. Saiba mais no post Atrasei a prestação do consórcio. E agora?

Consequências da inadimplência

O não pagamento das prestações mensais deixa você sujeito à negativação junto aos órgãos de proteção do crédito, bem como à retomada do bem dado em garantia por parte da sua Administradora. 

Para evitar a apreensão do bem, o consorciado deve efetuar o pagamento das prestações em atraso nos termos do contrato. Se esse for o seu caso, recomendamos que contate imediatamente a sua Administradora de Consórcios.

Categoria(s):

Consórcio de A a Z

Tag(s):

, , , , , ,

2 Comentários

  • Nao paguei durante 6 meses uma cota que adquiri, e consequentemente ela foi cancelada. Isso significa que estou devendo para o banco? Ou para alguem? Pois nao consta nada no meu CPF!

    • Oi, Jonas!

      O consorciado desistente continua participando dos sorteios mensais na condição de excluído e tem direito à restituição do percentual pago a título de fundo comum (que é o valor destinado à aquisição do bem). Não serão restituídos valores pagos referentes à taxa de administração, bem como de fundo de reserva e de seguro, caso contratados; sendo possível, ainda, a aplicação de uma cláusula penal por quebra do contrato. Recomendamos a leitura da postagem “Como o crédito do consorciado desistente é atualizado” publicada no próprio site da ABAC – https://blog.abac.org.br/consorcio-de-a-a-z/consorciado-desistente-credito-atualizacao. Caso sua dúvida persista, envie um e-mail para falecom@abac.org.br descrevendo novamente o seu questionamento, informando o nome da Administradora de consórcios e o número do grupo/cota.

      Um abraço!

Deixe seu comentário

*

Receba novidades



ENVIE SUGESTÕES
DE POSTAGENS