Consórcio no agronegócio: diferentes usos do mecanismo

26 . out . 2021

O uso do consórcio no agronegócio é uma excelente opção para os produtores. Além da aquisição de máquinas e implementos agrícolas, o mecanismo possibilita planejar a aquisição de diversos tipos de bens ou contratação de serviços. Há ainda condições especiais voltadas para esse segmento. Saiba mais sobre o assunto no post de hoje!

Nos últimos anos, vem crescendo o uso do consórcio no agronegócio. Foi o que mostramos neste post, com dados de pesquisa da assessoria econômica da ABAC realizada entre janeiro e agosto de 2021. Inseridos no consórcio de veículos pesados, são 145,92 mil participantes planejando a aquisição de seus bens. Porém, existem diferentes usos do consórcio no agronegócio. Confira abaixo algumas opções oferecidas pela modalidade e que podem beneficiar os produtores:

1) Aquisição de máquinas e implementos agrícolas

Tratores de rodas e esteiras, implementos agrícolas ou rodoviários, colheitadeiras e cultivadores motorizados estão entre os principais bens adquiridos pelos contemplados no consórcio de máquinas agrícolas. Com isso, produtores rurais e empresas do segmento vêm priorizando a tecnologia embarcada, com mecanismos de autofinanciamento como o consórcio. Dessa forma, eles pretendem reduzir custos finais, agregando lucratividade e obtendo resultados competitivos nos mercados externo e interno.

2) Imóveis e instalações

Através do consórcio de imóveis, é possível planejar a construção de galpões, silos e outras instalações, como áreas de confinamento e reprodução nas propriedades.

3) Compra de aeronaves

É comum também aqueles que fazem consórcios para aquisição de aeronaves, especialmente as voltadas ao manejo da lavoura, como a aplicação de fertilizantes, sementes, pulverização de defensivos e combate às pragas e até incêndios.

4) Drones e segurança

Outra opção recorrente entre os participantes ligados ao agronegócio, é a utilização do consórcio para aquisição de drones e outros equipamentos para observação, segurança e geração de energia.

5) Contratação de serviços

Com uma cota do consórcio de serviços, é possível contratar serviços como de informatização de gestão e controle dos negócios e meteorologia.

Diferenciais do consórcio no agronegócio

O Sistema de Consórcios é parceiro do agronegócio brasileiro. E de que forma isso pode ser percebido? Pelas condições específicas existentes para participantes que atuam no segmento.  É o caso das condições de pagamento, que de acordo com os diversos tipos de culturas e as variações de épocas de semeadura e colheita, tanto na mono como na policultura, e ainda na pecuária. Veja abaixo:

  1. Pagamentos normais;
  2. Pagamentos por safra – pagamentos anuais;
  3. Pagamentos por safra – adiantamentos – pagamento trimestral ou semestral; e
  4. Meia parcela (reforço trimestral ou semestral).

Para saber mais sobre os diferenciais do consórcio no agronegócio, leia o post abaixo:

Categoria(s):

Pesquisas da ABAC

Tag(s):

, , , , , , ,

Deixe seu comentário

Receba novidades



    ENVIE SUGESTÕES
    DE POSTAGENS