Publicado em 22/03/2017 as 11:43H
Drops de Mercado

Consórcio de veículos leves cresce em meio à crise

Muitos consumidores precisaram adiar a decisão de comprar carro em 2016. Porém, enquanto o mercado automotivo registrou queda na venda de veículos leves, o segmento do consórcio de veículos leves encerrou o ano com avanços em todos os seus indicadores.

Dados da Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) indicam uma queda de 19,8% na comercialização de automóveis e comerciais leves em 2016. Foi a primeira vez desde 2006 que essa categoria, responsável por mais da metade das vendas de veículos, ficou abaixo de 2 milhões de unidades vendidas: fechou em 1,98 milhão. Já entre os veículos leves e comerciais usados, os resultados apresentaram estabilidade em relação a 2015, com um volume de vendas de 10 milhões de carros – alta de 0,21%.

O segmento do consórcio de veículos leves acumulou em dezembro de 2016 a venda de 1,1 milhão de novas cotas. A alta foi de 10,2% em relação ao mesmo período de 2015 e resulta de um movimento de recuperação que teve início em maio – quando foram vendidas 64,5 mil cotas. No mês de dezembro, as 125 mil novas cotas vendidas representaram aumento de 93,8% em oito meses, sendo que o recorde mensal de 2016 foi alcançado em novembro, com a venda de 128 mil cotas.

veiculos-novascotas

Com o crescimento das vendas de novas cotas a partir do quinto mês do ano, o segmento do consórcio de veículos leves fechou o ano com 3,38 milhões de consorciados ativos, o que supera em 5,6% o registrado em dezembro de 2015.

veiculos-participantes

No acumulado dos 12 meses de 2016, foram comercializados R$ 43,06 bilhões em créditos, crescimento de 4% em relação aos 12 meses imediatamente anteriores. No mesmo período, foram disponibilizados R$ 21,22 bilhões a 523,5 mil consorciados, o que representa estabilidade em relação a 2015. O valor médio da cota no mês de dezembro foi de R$ 39,8 mil, também estável.

Dados por Estado

Na comparação dos dados estaduais, o consórcio de veículos leves registrou comportamento distinto nas vendas de novas cotas entre as unidades da federação. Por exemplo, o Estado que teve o maior índice de crescimento nas vendas de novas cotas foi Alagoas – 26,5% no acumulado de 2016, quando foram comercializadas 7.251 cotas, ante 5.732 em 2015. Na sequência, com base no mesmo período, aparecem Maranhão – com crescimento de 21,8% – passando de 16.357 para 19.931 novas cotas -, e Espírito Santo cujo crescimento foi de 21,5% – indo de 13.255 para 16.111.

Por outro lado, em alguns Estados as vendas de novas cotas caíram. No Acre, a retração foi de 20,7%, enquanto em Roraima e Amapá ficou em 16,6% e 6,7%, respectivamente. Já em números absolutos, o Estado que registrou o maior quantitativo de novas cotas vendidas foi São Paulo, com 324.356 – alta de 15,1%, seguido de Minas Gerais (111.769 – alta de 4,2%) e Rio de Janeiro (79.818 – crescimento de 1,3%).

Entre os participantes ativos, o maior número de consorciados do segmento de veículos leves é encontrado em São Paulo (947.444), Minas Gerais (372.845) e Paraná (253.137). Os Estados com o menor número de consorciados ativos foram Roraima (5.861), Amapá (10.335) e Acre (10.185).

O Blog da ABAC está publicando uma série de posts com os resultados positivos do Sistema de Consórcios em 2016. O próximo post destacará o crescimento de até 80% nos indicadores do consórcio de serviços. Leia também:

Consórcio amplia participação no financiamento imobiliário

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

2 comentários sobre “Consórcio de veículos leves cresce em meio à crise”

  1. Preciso de uma camioneta para trabalhar pois trabalho com vendas

    1. ABAC disse:

      Olá, Luciene.

      Você pode fazer um consórcio para adquirir sua camioneta. Para saber se o consórcio é ideal para você, recomendamos a leitura deste texto: http://blog.abac.org.br/dicas-da-abac/descubra-se-o-consorcio-e-ideal-para-voce#blog. Caso escolha realizar seu objetivo por meio dessa modalidade, pesquise entre administradoras autorizadas pelo Banco Central para encontrar aquela que oferece o melhor plano para as suas necessidades. Para encontrar empresas autorizadas e associadas à ABAC, acesse: http://abac.org.br/associados&ancora=1&estado=&categoria=. Você pode selecionar seu estado e a categoria “veículos leves” para melhorar a busca.

      Abraços