fbpx

Consórcio é um bom investimento para 78% dos consorciados

28 . ago . 2017

Além de possibilitar a aquisição de bens ou serviços, o consórcio também é utilizado como investimento por uma boa parcela dos consorciados. Em pesquisa realizada pela ABAC junto a administradoras associadas, por intermédio da Quorum Brasil, 78% dos consorciados ativos relataram que um “bom investimento” é o que vem à cabeça quando ouvem a palavra consórcio.

Em relação ao levantamento realizado em 2016, houve uma expansão de 12 pontos percentuais. Há um ano, esse contingente representava 66%. Em outra questão da nova pesquisa, o consórcio foi mencionado como meio de aquisição de bem por 46% e investimento por 54% dos consorciados ativos. Esses índices reforçam que o consórcio é um mecanismo de autofinanciamento consagrado no país. Também mostram que o consorciado planeja seu consumo.

A satisfação geral dos consorciados também cresceu de 2016 para 2017. Considerando os diversos segmentos do consórcio, o indicador subiu de 8,10, no ano passado, para 8,21, em 2017. Com a clientela satisfeita, também cresceu a parcela dos que recomendam a marca e o mecanismo consórcio. A parcela dos que recomendariam a administradora contratada variou de 79%, no segmento serviços, a 87%, no segmento de motocicletas.

Já os que recomendam o consórcio para aquisição de bens e serviços, variou de 81%, no segmento Imóveis, a 89%, no segmento motocicletas. Por fim, a menção à intenção de comprar novas cotas variou de 52%, no consórcio de máquinas agrícolas (que integra o segmento de veículos pesados), a 63%, nos segmentos Automóveis e Caminhões.

Percepção do consórcio como investimento cresce entre potenciais

Além dos consorciados ativos, a pesquisa também ouviu a opinião de consorciados em potencial. Também entre eles houve crescimento dos que apontam o consórcio como investimento. Passou de 48%, em 2016, para 61%, este ano. A opção “meio adquirir um bem” baixou de 52% para 39%, no mesmo período. Em outra pergunta relacionada, 57% mencionaram o consórcio como bom investimento, alta de dois pontos percentuais em relação a 2016.

Para 27% dos consorciados em potencial, o valor da parcela é o atrativo principal mencionado para o caso de futura adesão. Este também foi o principal atrativo do consórcio mencionado por 38,3% dos consorciados ativos – leia o post Planejamento financeiro leva consumidores ao consórcio. Na sequência dos atrativos, apareceram garantia da entrega do bem, com 16,9%, boa imagem da marca, com 14,7%. Também facilidade de retirar o bem, com 12,8%, e taxa de administração ou custo do consórcio, com 5,1%.

A pesquisa da ABAC ouviu 1.405 consorciados e potenciais consorciados em oito cidades no país. O objetivo foi traçar um perfil dos participantes do Sistema de Consórcios. Buscou ainda detectar as razões que os levaram a investir e optar pela modalidade para adquirir bens ou contratar serviços.

 

Categoria(s):

Dicas da ABAC

Tag(s):

,

12 Comentários

  • O consórcio é o dinheiro mais barato para comprar apartamento ou imóvel comercial , principalmente se comparado com financiamento bancário.

    • Olá, Neide.

      Agradecemos o seu comentário.

      Abraços

  • Há 21 anos no mercado de consórcios, onde o mercado sempre oscilou bastante tenho percebido um aumento significativo nas vendas de Consórcio, mesmo com o País com tantos problemas.

  • Acredito neste investimento, sempre foi um bom negócio

  • Tenho sempre orientado nossos cliente que o Consorcio de Imoveis é um investimento de Longo Prazo. Não só para aquisição de bens, pois no final do plano tem a opção de resgate. Quando você investe em Consorcio, na realidade esta fazendo uma poupança ou reserva de capital para aquisição de um bem ou um projeto de vida.

  • Comprei minha cota em uma mega seguradora onde me passou muita confiança, ainda mais por ser espanhola, com 6 meses exato consegui realizar meu sonho da casa própria, super recomendo esse mercado novo de modelo de negócios, que cresce. Comparei com financiamento e vi muita negativa, como entrada de 20% mais documentação mais reajuste anual muito caro por sinal, podendo chegar até 5x mais do valor contratado ao final do prazo! !!!!

  • Sou profissional desse segmento ao qual tenho profundo conceito de que trata-se da melhor forma econômica e democrática de conquistar bens e de maneira inteligente na sua flexibilidade administrativa e comercial de ser.

  • Bom dia. Não é investimento, Pode ser uma forma de poupança. Chegamos a 25-30% de taxas-seguro-fundo de reserva. Retirou o bem perda de valor. No mercado, com dinheiro o bem sempre é comprado por valor menor do que vc paga com consórcio.

    • Olá, Edmar.

      Respeitamos a sua opinião, apesar de 78% dos consorciados pesquisados entenderem que se trata de um bom investimento. Por outro lado, como o valor da carta de crédito é sempre atualizado e representa pagamento a vista, entendemos que, pesquisando o mercado, é possível fazer um bom negócio.

      Abraço

  • Como faço para entrar no Ramo?

Deixe seu comentário

*

Receba novidades



ENVIE SUGESTÕES
DE POSTAGENS