Publicado em 8/12/2016 as 11:00H
Drops de Mercado

Sistema de Consórcios em outubro/2016: dados econômicos 

As vendas de novas cotas de consórcio estão em recuperação, aponta balanço do Sistema de Consórcios, realizado pela assessoria econômica da ABAC. Apesar dos resultados animadores já serem percebidos desde maio, de julho a outubro foram acumuladas 809,1 mil adesões, enquanto no mesmo período de 2015 foram 793,5 mil.

Além disso, outubro foi o segundo melhor mês em vendas de novas cotas, com a comercialização de 220 mil unidades, próximo do recorde de 221 mil atingidos em agosto. O total de 7 milhões de ativos se repete pela quarta vez consecutiva, porém inferior aos 7,13 milhões contabilizados no mesmo mês de 2015.

Veja como os segmentos do Sistema de Consórcios se saíram de janeiro a outubro de 2016, em relação ao mesmo período do ano passado.

Consórcio de veículos leves: o número de participantes ativos consolidou-se em 3,32 milhões em outubro, crescimento de 5,4% em relação a outubro de 2015, mas o valor do tíquete médio (R$ 39,3 mil) caiu 4,1%. Já no acumulado do ano, as vendas de novas cotas (843,3 mil) registraram crescimento de 6,1% e o volume de créditos comercializados (R$ 33,08 bilhões) apresentou estabilidade, assim como as contemplações (431,5 mil) e o volume de créditos disponibilizados (R$ 17,48 bilhões).

Consórcio de motocicletas: segundo maior segmento do consórcio, em número de participantes, o consórcio de motocicletas vem sentindo os efeitos da crise econômica. Em outubro, o número de participantes ativos foi de 2,54 milhões e o tíquete médio ficou em R$ 7,7 mil, quedas de 10,9% e 9,4%, respectivamente, em relação a outubro de 2015. No acumulado de janeiro a outubro, foram vendidas 739,3 mil novas cotas, queda de 17%, cujo volume de créditos comercializados baixou 37,2%, ficando em R$ 5,74 bilhões. Já as 542,9 mil contemplações representaram retração de 15,6%, e o volume de créditos disponibilizados, que foi de R$ 5,78 bilhões, foi 15,6% menor ao registrado de janeiro a outubro de 2015.

Consórcio de veículos pesados: o número de participantes ativos nesse segmento fechou outubro em 279,5 mil consorciados, alta de 2,4% em relação a outubro de 2015. Nesse mesmo período, o tíquete médio baixou 9,8%, fechando em R$ 140,4 mil. No acumulado de janeiro a outubro, as vendas de novas cotas (41,1 mil) caíram 3,5%, o volume de créditos disponibilizados (R$ 5,69 bilhões) retraiu 16,1%, as contemplações (25,3 mil) caíram 4,5% e o volume de créditos disponibilizados foi de R$ 3,54 bilhões, valor 4,6% menor do que o registrado no acumulado até outubro no ano passado.

Consórcio de imóveis: em outubro, o tíquete médio desse segmento foi de R$ 130,8 mil, valor que supera em 15,4% o alcançado no mesmo mês do ano passado. No acumulado do ano, as contemplações cresceram 1,4%, beneficiando 59,8 mil consorciados, com a disponibilização de R$ 5,94 bilhões em créditos, alta de 1,4% em relação ao mesmo período de 2015. Já as vendas de novas cotas (175 mil) e o volume de créditos comercializados (R$ 20,49 bilhões), acumularam retração de 12,8% e 11,9%, respectivamente. O número de participantes ativos caiu 2%, fechando outubro com 784 mil consorciados.

imoveisjanout-2016

Consórcio de eletroeletrônicos e outros bens móveis: de janeiro a outubro, a venda de novas cotas desse segmento cresceu 10,1% em relação ao ano passado, com 12 mil novos consorciados. No mesmo período, o volume de créditos comercializados apontou estabilidade, ficando em R$ 55,37 milhões. Já as contemplações (6,54 mil) e o volume de créditos disponibilizados (R$ 34,94 milhões) apresentaram retração de 10,9% e 11,3%, respectivamente. Em outubro, foram 25,5 mil participantes ativos consolidados, queda de 15% ante o mesmo mês de 2015, e o tíquete médio ficou em R$ 4,6 mil, retração de 4,2%.

Consórcio de serviços: todos os indicadores analisados alcançaram altas expressivas nesse segmento, com destaque para o volume de créditos comercializados (R$94,65 milhões), que cresceu 79,7% de janeiro a outubro de 2016, em relação ao mesmo período de 2015. Na mesma base de comparação, as vendas de novas cotas (14,2 mil) cresceram 54,3%, e as contemplações (9,15 mil) e o volume de créditos disponibilizados (R$ 50,98 milhões), registraram o mesmo patamar de expansão, de 29,8%. Em outubro, o número de participantes ativos (36 mil) subiu 12,5% e o tíquete médio ficou em R$ 6,6 mil, alta de 17,9% em comparação com outubro de 2015.

servicosjanout-2016

Sistema de Consórcios em geral 

Veja como foi o desempenho geral do  Sistema de Consórcios, de janeiro a outubro ano, em comparação com o mesmo período do ano passado:

Participantes ativos consolidados (consorciados em grupos em andamento) 
– 7,00 milhões (outubro/2016)
– Retração: 1,8%

Vendas de novas cotas (novos consorciados) 
– 1,82 milhão (janeiro-outubro/2016)
– Retração: 6,7%

Volume de créditos comercializados 
– R$ 65,15 bilhões (janeiro-outubro /2016)
– Retração: 10,2%

Tíquete médio geral (valor médio da cota no mês) 
– R$ 37,6 mil (outubro/2016)
– Crescimento: 1,6%

Contemplações (consorciados que tiveram a oportunidade de comprar bens) 
– 1,08 milhão (janeiro-outubro/2016)
– Retração: 8,5%

Volume de créditos disponibilizados 
– R$ 32,82 bilhões (janeiro-outubro/2016)
– Retração: 3,6%

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

2 comentários sobre “Sistema de Consórcios em outubro/2016: dados econômicos ”

  1. jaqueline disse:

    Prezados,
    Eu gostaria de mais informações estatísticas. Vocês podem me ajudar, é pra um trabalho da faculdade.
    Preciso saber o número de cotas canceladas em 2016
    Obrigada
    Jaqueline

    1. ABAC disse:

      Oi, Jaqueline!

      Sua dúvida já foi respondida pelo e-mail enviado ao falecom@abac.org.br. Qualquer outra dúvida, estamos à disposição!

      Abraço