fbpx
Publicado em 4/02/2019 as 13:28H
Drops de Mercado

Sistema de Consórcios em novembro/2018: dados econômicos

No fechamento dos 11 meses de 2018, o Sistema de Consórcios continuou alcançando bons resultados. Os negócios somaram R$ 96,32 bilhões, aumento de 3,1% sobre os R$ 93,31 bilhões de 2017. O acumulado de adesões atingiu 2,36 milhões de novas cotas vendidas, 8,3% acima das 2,18 milhões registrada em 2017.

A somatória de contemplações no período chegou a 1,097 milhão, 1,4% inferior que os 1,113 milhão dos mesmos meses em 2017. Os correspondentes créditos concedidos apresentaram alta de 1,6%, com quase R$ 36,5 bilhões.

Nas vendas, além do recorde mensal geral do ano, com 249 mil adesões, houve ainda recordes de vendas mensais em todos os segmentos nos quais o Sistema está presente: Veículos Leves, Veículos Pesados, Motocicletas, Imóveis, Serviços e Eletroeletrônicos e outros bens móveis duráveis.

Confira a seguir o desempenho por segmento do Sistema de Consórcios, no acumulado de janeiro a novembro de 2018, em comparação com o mesmo período de 2017.

Consórcio de veículos leves: o consórcio de veículos leves apresentou alta em todos os segmentos. As 1,054 milhão de cotas vendidas subiram 1,7% no acumulado de janeiro a novembro. Isso causou aumento de 4,1% nos R$ 44,36 bilhões de créditos comercializados. Foram contempladas 518,75 mil consorciados, 3,4% a mais que no mesmo período de 2017. O volume de créditos disponibilizados, R$ 21,41 bilhões, foi 4,6% maior. Em novembro, o tíquete médio foi de R$ 43 mil, alta de 10,3%, e haviam 3,615 milhões de participantes neste segmento, 4,3% a mais.

Consórcio de motocicletas: as vendas deste segmento cresceram 18% em relação ao acumulado de 2017. Foram comercializadas 924,25 mil cotas. Os créditos comercializadas também subiram 18,9%, ficando em R$ 7,79 bilhões. Já as 454 mil contemplações representação baixa de 8,6%, e os R$ 4,27 bilhões de créditos disponibilizados, caíram 19,6%. O segmento contou 2,17 milhões de participantes em novembro, queda de 1,8%. No mesmo mês, o tíquete médio subiu 8,9%, ficando em R$ 8,6 mil.

Consórcio de veículos pesados: exceto pelo tíquete médio de novembro, que ficou estável em R$ 155,9 mil, todos os demais indicadores subiram. As vendas tiveram alta de 23,9%, tendo sido registradas 64,85 mil adesões. Os créditos comercializados acompanharam a alta, com 25,1% a mais nos R$ 9,91 bilhões alcançados. Foram contemplados 30,8 mil consorciados, 10,8% a mais que no mesmo período de 2017. E o volume de créditos disponibilizados, R$ 4,59 bilhões, foi 16,8% maior. O segmento fechou novembro com 305 mil participantes, 8,7% a mais que em novembro de 2017.

Consórcio de imóveis: as vendas deste segmento caíram 6,6%, com 246,25 mil adesões. Os créditos comercializados caíram 5,9%, somando R$ 33,79 bilhões. Já as 66,4 mil contemplações ficaram estáveis, bem como os R$ 6,62 bilhões de créditos disponibilizados. O tíquete médio em novembro continuou em R$ 140,2 mil, e o total de participantes cresceu 5,8%, totalizando 878 mil consorciados.

Consórcio de serviços: as altas continuam significativas neste segmento. As vendas dobraram em relação ao acumlado de janeiro a novembro de 2017: foram 44,7 mil adesões. Os R$ 334,5 milhões de créditos comercializados foram 52,3% maiores. As 17,53 mil contemplações cresceram 31,2%, enquanto os R$ 122,36 milhões disponibilizados aumentaram 64,6%. Em novembro haviam 73 mil consorciados neste segmento, 41,7% a mais que em 2017. Já o tíquete médio caiu 5%, ficando em R$ 7,6 mil.

Consórcio de eletroeletrônicos: com 26,3 mil adesões, as vendas deste segmento cresceram 33,5%. Isso também refletiu na alta de 37,4% nas R$ 134,4 milhões de créditos comercializados. Foram contemplados 9,64 mil consorciados no período, 33,5% a mais que em 2017. A esses consorciados foram disponibilizados R$ 52,03 milhões em créditos, alta de 34,7%. O tíquete médio de novembro ficou estável em R$ 5,2 mil. Este segmento contava com 41 mil participantes naquele mês, 32,3% a mais que o registrado no ano anterior.

Sistema de Consórcios em geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*