Publicado em 14/02/2017 as 11:00H
Drops de Mercado

Sistema de Consórcios em dezembro/2016: dados econômicos

No decorrer do ano, o Sistema de Consórcios observou uma mudança no comportamento do consumidor entre um semestre e outro. Enquanto nos primeiros seis meses do ano, foram comercializadas 1,02 milhão de novas cotas, na 2ª metade do ano houve crescimento de 24,5% em relação ao 1º semestre. Em dezembro, destaque positivo para o tíquete médio, que cresceu 5,6% em relação a dezembro de 2015, fechando em R$ 41,7 mil.

vendas de novas cotas
Confira abaixo como foi o desempenho do Sistema de Consórcios, por segmento, de janeiro a dezembro de 2016, comparado a igual período de 2015.

Consórcio de veículos leves: em dezembro, o segmento do consórcio de veículos atingiu 3,38 milhões participantes ativos, alta de 6% em comparação a dezembro de 2015. No mesmo período, o tíquete médio foi de R$ 39,8 mil, ficando estável em relação ao ano anterior. Já as vendas de novas cotas (1,1 milhão) e o volume de créditos comercializados (R$ 43,06 bilhões) acumulados no período de 12 meses foram 10,2% e 4% maiores que no ano anterior, respectivamente. As contemplações (523,5 mil) e o volume de créditos disponibilizados (R$ 21,22 bilhões) apresentaram estabilidade.

Consórcio de motocicletas: com exceção do tíquete médio, que ficou em R$ 7,9 mil em dezembro de 2016 e apresentou estabilidade, todos os outros indicadores registraram quedas. As 875,6 mil cotas vendidas no acumulado dos 12 meses de 2016 representaram queda de 18,2% em relação ao alcançado em 2015. Na mesma base de comparação, o volume de créditos comercializados (R$ 6,8 bilhões), foi 35,4% menor, as contemplações (637,9 mil) baixaram 16,6%, e o volume de créditos disponibilizados (R$ 6,79 bilhões) recuou 16,6%. Em dezembro de 2016, o total de participantes ativos acumulou queda de 13,4% em relação a dezembro de 2015.

Consórcio de veículos pesados: em dezembro de 2016, esse segmento apresentou estabilidade no número de participantes ativos consolidados (280,5 mil), mas queda de 8,2% no valor do tíquete médio, em relação a dezembro de 2015, fechando em R$ 142,4 mil. No acumulado do ano, foram vendidas 51,1 mil novas cotas e comercializados R$ 7,10 bilhões em créditos, baixas de 6,8% e 17,8%, respectivamente, em relação aos 12 meses anteriores. Na mesma base de comparação, as contemplações (30,2 mil) caíram 5,3% e o volume de créditos disponibilizado (R$ 4,23 bilhões), foi 5,4% menor.

Consórcio de imóveis: embora o número de participantes ativos (792,7 mil) desse segmento tenha registrado ligeira retração em dezembro, de 1,5%, o tíquete médio no encerramento do ano ficou em R$ 120,2 mil, alta de 6,3%. De janeiro a dezembro de 2016, foram 71,3 mil contemplações e houve a disponibilização de R$ 7,08 bilhões em créditos, representando estabilidade em relação aos 12 meses de 2015. No mesmo período, as vendas de novas cotas (225,2 mil) e o volume de créditos comercializados (R$ 26,72 bilhões), caíram 10,4% e 7,5%, respectivamente.

Consórcio de eletroeletrônicos: o setor teve um bom desempenho em 2016, acumulando em 12 meses alta de 15,6% nas vendas de novas cotas (15,08 mil) e de 7,9% no volume de créditos comercializados (R$ 69,41 milhões), na comparação com todo ano de 2015. Na mesma base de comparação, as contemplações (7,85 mil) caíram 10,9% e o volume de créditos disponibilizado (R$41,98 milhões) baixou 10,8%. Em dezembro de 2016, o número de participantes ativos foi de 27,5 mil e o tíquete médio ficou em R$ 4,7 mil, retrações de 6,1% e 2,1%, respectivamente, em comparação com dezembro de 2015.

vendas eletronicos

Consórcio de serviços: esse segmento registrou alta em todos os indicadores. Em dezembro, o total de participantes ativos ficou em 36,3 mil, alta de 10,7% em relação ao mesmo mês de 2015. Sob a mesma base de comparação, o tíquete médio de R$ 6,7 mil foi 21,8% superior. No acumulado dos 12 meses de 2016, foram vendidas 17,2 mil novas cotas, com a comercialização de R$ 114,47 milhões, altas de 53,6% e 80% em relação ao mesmo período de 2015. Já as contemplações (11,04 mil) e os volumes de créditos disponibilizados (R$ 61,48 milhões), cresceram no mesmo patamar, na casa dos 26%. 

Sistema de Consórcios em geral 

Confira o balanço do Sistema de Consórcios de janeiro a dezembro de 2016, em comparação com o mesmo período de 2015:

Participantes ativos consolidados (consorciados em grupos em andamento)
– 6,98 milhões (dezembro/2016)
Retração: 2,7%

Vendas de novas cotas (novos consorciados)
– 2,28 milhões (janeiro-dezembro/2016)
– Retração: 5%

Volume de créditos comercializados
– R$ 83,87   bilhões (janeiro-dezembro /2016)
– Retração: 6,4%

Tíquete médio geral (valor médio da cota no mês)
– R$ 41,7 mil (dezembro/2016)
– Crescimento: 5,6%

Contemplações (consorciados que tiveram a oportunidade de comprar bens)
- 1,28 milhão (janeiro-dezembro/2016)
– Retração: 9,2%

Volume de créditos disponibilizados
– R$ 39,42 bilhões (janeiro-novembro/2016)
– Retração: 3,7%

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Um comentário sobre “Sistema de Consórcios em dezembro/2016: dados econômicos”

  1. JUAREZ JOSE DA LUZ SILVA disse:

    INFORMAÇÃO VALIOSA