consorcio_de_serviço
Publicado em 24/03/2017 as 13:31H
Drops de Mercado

2016, o ano do consórcio de serviços

O consórcio de serviços registrou altas de até 80% em seus indicadores, encerrando 2016 como o único segmento do Sistema a registrar crescimento durante todos os meses do ano em comparação ao ano anterior. Seja em vendas de cotas, créditos comercializados, participantes ativos, tíquete médio, contemplações ou créditos disponibilizados, os números comprovaram que 2016 foi o ano do consórcio de serviços.

O segmento de serviços registrou alta de 53,6% nas vendas de novas cotas de janeiro a dezembro, passando de 11.200, em 2015, para 17.200, em 2016. A soma dos créditos comercializados foi de R$ 114,47 milhões, 79,9% a mais. O tíquete médio em dezembro ficou em R$ 6.7, ao todo 21,8% maior.

O total de consorciados ativos no consórcio de serviços foi 10,7% maior no ano passado, saltando de 32,8 mil para 36,3 mil. Mesmo com o declínio registrado no primeiro trimestre, cuja reversão pode ser visualizada a partir de abril, o número de participantes se manteve o ano todo superior a 2015, quando o total de participantes oscilou durante os 12 meses.

consorcio_de_servicos

Contemplações

O total de consorciados contemplados no consórcio de serviços em 2016 foi 26,9% maior que em 2015. Ao todo, 11,04 mil consorciados puderam utilizar o crédito para contratação dos mais diversos serviços. Pesquisa da ABAC realizada em outubro identificou que 63,1% dos consorciados contemplados neste segmento contrataram serviços residenciais, e 17%, serviços na área de saúde e estética, como cirurgias plásticas. Também foi identificado utilização em festas e eventos, reparação de veículos, turismo, serviços odontológicos, educacionais e oftalmológicos, dentre outros.

O volume de créditos disponibilizados em 2016 foi de R$ 61,48 milhões, 26,9% a mais que os R$ 48,45 milhões oferecidos em 2015.

Ampla adesão no sul do paí

De acordo com dados da assessoria econômica da ABAC, a região que concentrou o maior número de cotas vendidas de consórcio de serviços foi a Sul, que totalizou 9.037 adesões. O estado que mais se destacou em todo o país foi o Paraná, com 5.876 novos consorciados, seguido por São Paulo, com 2.377, e Santa Catarina.

O Paraná também liderou no total de participantes ativos, com 13.096 consorciados. Santa Catarina ocupa a segunda posição, com 4.705, e São Paulo a terceira, com 4.028 participantes, ultrapassando o Rio Grande do Sul.\

No total de contemplações, a região Sul dominou, contemplando 6.999 pessoas nesse segmento. Rio Grande do Sul, embora tenha sido o terceiro estado que mais contemplou, apresentou queda de 20,2% em relação a 2015, enquanto Paraná (o primeiro), cresceu 52,6%.

O Blog da ABAC está publicando uma série de posts com os resultados positivos do Sistema de Consórcios em 2016. O próximo post destacará o crescimento das vendas de consórcio no segundo semestre. Leia também:

Consórcio amplia participação no financiamento imobiliário

Consórcio de veículos leves cresce em meio à crise

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


2 comentários sobre “2016, o ano do consórcio de serviços”

  1. Clayton Yaso Arakaki 03/04/2017 | às 13:49

    Boa tarde, sou um consorciado contemplado por lance em um consórcio de serviços. Além da falta de acompanhamento da administradora que me atende (não informa o procedimento para ter acesso a carta de crédito), não consigo achar uma agencia de viagem que aceite a carta de serviços como pagamento. Fui pessoalmente a diversas agencias (CVC, TAM Viagens e outras menores), pesquisei diversas da internet (decolar, hotel urbano, submarino viagens) e nenhuma aceita carta de consórcio. Estou começando a ficar desesperado, pois a realização de um sonho está se tornando um grande pesadelo, pois a demora pode fazer eu perder minhas férias. De qual forma a ABAC me recomenda proceder?

    1. Olá, Clayton.

      Nosso Departamento de Atendimento ao Consumidor entrou em contato com você e ficamos satisfeitos por ter te ajudado a resolver o problema. Conte sempre com a ABAC!

      Abraços