Publicado em 19/07/2017 as 10:03H
Educação Financeira

20 dicas para evitar o endividamento

Perda do emprego, problemas de saúde, salários atrasados, consumo irresponsável, má avaliação do orçamento doméstico. São inúmeras as razões que podem levar ao endividamento excessivo. No post de hoje, você vai ver que é muito mais fácil evitar o endividamento do que sair dele. Confira 20 dicas.

Chamamos de superendividamento o que acontece quando uma pessoa de boa-fé se vê impossibilitada de pagar suas dívidas atuais ou futuras com sua atual renda e seu patrimônio. Quando isso ocorre, os indivíduos passam a ter dificuldades de suprir suas necessidades básicas, como alimentação, moradia, saúde, podendo levar a sérias repercussões psicológicas, familiares e sociais.

Por isso, é fundamental manter seu orçamento equilibrado. Confira 20 dicas básicas para consumir com responsabilidade e evitar o endividamento.

  1. Reserve parte de sua renda para imprevistos (ninguém está a salvo deles!).
  2. Cultive o hábito de poupar (guarde todo mês uma parte da sua renda, regularmente).
  3. Priorize os gastos e defina o que é essencial, o que é desejável e o que é gasto inútil.
  4. Elimine o desperdício e os gastos inúteis, como comprar coisas que não usa, jogar comida fora, pagar multas e juros de contas com atraso, entre outros.
  5. Reduza os supérfluos (aquilo que você deseja, mas não é essencial e necessário).
  6. Controle o seu orçamento, anotando gastos e receitas diariamente.
  7. Envolva toda a família na discussão sobre o orçamento familiar.
  8. Evite financiamentos ou empréstimos muito longos, a menos que sejam estritamente necessários. Normalmente, quanto maior o prazo, mais juros você pagará, além de comprometer sua renda com as parcelas por longo período.
  9. Tome cuidado com armadilhas do tipo “compre agora e pague depois do carnaval”. Pode ser que, quando todas as contas chegarem, você não tenha como pagá-las.
  10. Reserve parte do 13º salário para ajudar nas despesas sazonais, aquelas que acontecem em determinada época do ano. Lembre-se de que as despesas com material escolar, IPTU, IPVA e férias podem desequilibrar o seu orçamento.
  11. Use o cartão de crédito de forma consciente, não extrapole sua capacidade de pagamento. Busque pagar sua fatura sempre integralmente. Rolar a dívida do cartão de crédito, pagando o mínimo, ou mesmo não pagando a fatura, é um procedimento que deve ser evitado a todo custo.
  12. Pague as contas em dia. Atrasos no pagamento levam a juros e multas.
  13. Não gaste mais do que ganha.
  14. Cheque especial não é salário. Na verdade, o cheque especial é um crédito pré-aprovado pelo qual o banco cobrará juros. Evite o seu uso e, se o fizer, faça com muita cautela.
  15. Evite contar com ganhos ainda não confirmados. Espere até o dinheiro entrar em sua conta antes de começar a gastá-lo.
  16. Tenha cuidado com as ofertas de crédito “fácil”. Lembre-se de que não existe “dinheiro de graça”.
  17. Quando contratar empréstimo ou financiamento, verifique o Custo Efetivo Total (CET) e compare com o de outras instituições. Quanto menor o CET, mais barato o empréstimo e melhor pra você. Solicite uma planilha com as prestações e verifique se elas cabem em seu orçamento, considerando ainda todas as suas outras despesas.
  18. Não assuma dívidas em benefício de terceiros, não empreste seu cartão de crédito ou seu nome.
  19. Não forneça seus dados por telefone, pois pode ser golpe.
  20. Ao comprar pela internet, verifique se a empresa é idônea e se o sítio, o computador que você está utilizando e a conexão com a internet são seguros.

Adote essas dias no dia a dia, tornando-as um hábito. Isso te permitirá não apenas levar uma vida mais tranquila e equilibrada, como realizar sonhos, como um carro novo ou aquela viagem de férias. Acompanhe as dicas de educação financeira do Blog da ABAC e permita-se transformar sonhos em projetos!

Esse texto foi escrito com informações do projeto “Cidadania Financeira”, do Banco Central (BC).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*