Publicado em 24/05/2018 as 11:00H
Drops de Mercado

Consórcio de serviços: cada vez mais participantes

Recente levantamento da assessoria econômica da ABAC revelou o crescimento e o sucesso do consórcio de serviços. Foi apontado o crescimento de mais de 60% no total de participantes nos últimos dois anos. Além disso, foi revelado o panorama do segmento, como utilização do crédito, prazo, taxa média, dentre outros indicadores.

A pesquisa apontou que o total de participantes do consórcio de serviços cresceu 61,5% de fevereiro de 2016 a fevereiro de 2018. Mostrou também que a diversidade de utilizações de créditos concedidos a consorciados contemplados foi uma das responsáveis pelo avanço.

Ao analisar o uso dos créditos pelos contemplados nos últimos seis meses, foram constatadas poucas alterações. Notou-se que Serviços Residenciais continuou sendo o mais procurado com 54,5%. Festas e Eventos cresceu para 5,2% (era 4,3% há seis meses) e Saúde e Estética, com 1,8%, passou para a terceira colocação. Nas seguintes tivemos Serviços Odontológicos, com 1,3%, Turismo, com 1,2%, e Educação, com 0,4%. As demais utilizações, que registraram maior volume, foram agrupadas em Outros e atingiram 35,6%.

Na categoria “Outros”, destacaram-se a diversificação na utilização dos créditos ao longo de pouco mais de oito anos de existência do consórcio de Serviços. Enumeramos a seguir alguns deles: assessoria advocatícia, aração de solo, assessoria financeira, assessorias diversas, aulas particulares, consertos em geral, criação de identificação visual em comunicação, corte e dobra de chapas, curso de autoescola, curso de piloto, desenvolvimento de sistemas, estofamento, fotografia, informática, instalações, locação de veículos, mecânica, montagens, mudanças, parto, pintura de veículo, produção de CDs, segurança, serviços odontológicos, telecomunicações, treinamento e terraplanagem, entre outros.

Maioria dos consorciados são homens

De acordo com a pesquisa, 50,4% dos participantes do consórcio de serviços são homens e 34,8% de mulheres, somando 85,2%. Já as pessoas jurídicas responderam por 14,8%.

O levantamento apontou ainda que nos grupos constituídos o prazo médio foi de 38 meses. Ainda, que o valor médio do crédito foi de R$ 7,2 mil, variando de R$ 5 mil a R$ 24 mil. A taxa média mensal de administração praticada ficou em 0,46%. Os índices de correção dos contratos mais praticados foram IGPM (85%) e INPC (15%).

 

Para conferir a pesquisa realizada em novembro de 2017, clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

2 comentários sobre “Consórcio de serviços: cada vez mais participantes”

  1. Rosangela Marques disse:

    Bom dia
    Gostaria de aprender sobre consórcio , todas normas e como funciona , qual seria melhor forma ou site ( curso ) ?

    1. ABAC disse:

      Olá, Rosangela.

      No momento, não temos curso disponível, mas em nosso site você encontra todas as informações básicas sobre consórcio. Acesse: http://www.abac.org.br.

      Abraço!