Publicado em 18/05/2018 as 10:30H
Educação Financeira

Como economizar e gastar menos: algumas estratégias

Como economizar e gastar menos? Essa é uma dúvida que frequentemente está na cabeça dos consumidores educados financeiramente. Algumas estratégias podem ser adotadas à sua rotina. No 5º post da série “Minhas Contas no Azul”, conheça ações que vão desde o corte de gastos a atitudes que podem contribuir para reduzir o desperdício.

Ao longo dessa semana, o leitor já cumpriu alguns passos básicos: descobriu seu perfil financeiro, a importância da educação financeira na conquista de objetivos, definiu sonhos para serem realizados em prazos variados e os entraves que nos impedem de realizá-los. Nesse texto, você verá que além de conhecer a própria situação financeira, é preciso optar por uma vida mais harmônica com as próprias contas para sair da corda bamba financeira e alcançar metas.

Para o consumidor que ainda não sabe como economizar, a estratégia principal continua sendo: corte gastos. Suponha que você gaste semanalmente R$ 50 para jantar fora de casa. Ao longo de 20 anos, considerando uma taxa de juros de 0,5% ao mês e 3% ao ano de inflação, isso representa R$ 117.140,89. Ao fim de 30 anos, seriam R$ 280.008,01. Deixar de sair para comer fora vai resultar em uma bela economia.

Como economizar: parta para a ação

Apesar de cortar gastos ser a principal iniciativa, ela não pode ser a única. Há outras frentes tão importantes quanto essa em que é preciso agir.

Uma delas é: não ter vergonha de pedir descontos no pagamento à vista. No Brasil, esse é um comportamento que, inclusive, possui respaldo em lei sancionada em 2017. O texto prevê a “diferenciação de bens e serviços oferecidos ao público em função do prazo ou instrumento de pagamento utilizado”.

Inclusive, para começar a pagar à vista, é fundamental se planejar. Vai adquirir aquele cobiçado celular? Coloque essa compra como meta de curto prazo, em vez de se apressar e parcelá-lo em dez vezes no cartão de crédito. Guarde mensalmente o valor que seria da parcela e negocie um desconto quando for comprar à vista. A diferença obtida, que representará a sua economia, pode ser destinada a outros sonhos de maior prazo de realização, como uma viagem, a aquisição de um imóvel ou de automóvel, ou apenas para o alívio do orçamento.

Compre com consciência

Outra maneira importante de melhorar a vida é comprar com consciência. Aquelas propagandas do tipo “pague 2, leve 3” te enchem os olhos? Pois elas são responsáveis por compras nada vantajosas e talvez até desnecessárias. Esforce-se! Você consegue resistir a ofertas e promoções. Quando for ao supermercado, vá com uma lista já feita e quantidades pré-estabelecidas. Assim, você evita excessos. Comprar por impulso é um dos caminhos mais rápidos para o endividamento. Avalie criticamente se a compra é realmente importante. Afinal, ela pode acabar atrapalhando a realização dos seus sonhos de consumo.

Por fim, identifique no seu dia a dia os hábitos que fazem você perder dinheiro, ou seja, onde há desperdício. Você desperdiça quando: deixa estragar alimentos; é multado no trânsito; paga contas em atraso; se matricula em uma academia e não frequenta; ou compra algo só porque estava em promoção. Eliminar o desperdício gera benefícios financeiros imediatos. Altere seu comportamento e surpreenda-se com os resultados.

Cuidado! Não caia em ciladas!

Tenha em mente que existe uma verdadeira ciência voltada para fazer as pessoas a comprarem mais. Sabe aquele aquele preço de X,99 em destaque em anúncios? É uma estratégia para aparentar ser menor do que realmente é! Outra estratégia é a diferenciação no tamanho das letras, para dar mais destaque às informações que interessam ao lojista. Para saber mais, leia também o post 4 técnicas de venda para fisgar o consumidor.

4 técnicas de vendas utilizadas para fisgar o consumidor

Além disso, é comum as pessoas contarem uma série de mentiras para si mesmas com o objetivo de justificar o consumo. São frases como “Eu mereço”, “É barato” ou “Todo mundo tem”. Você já disse a si mesmo alguma delas? Leia o post apaixo.

Mentiras que as pessoas se contam para justificar o consumo

Esse post que lhe mostrou como economizar faz parte da série “Minhas Contas no Azul”, uma iniciativa da ABAC em apoio à 5ª Semana Nacional de Educação Financeira (Semana Enef), realizada de 14 a 20 de maio. Durante esses sete dias, diversas ações educacionais gratuitas – presenciais e on-line – são realizadas pelo País com o objetivo de disseminar a educação financeira e contribuir para o fortalecimento da cidadania.

E para saber mais sobre como levar uma vida equilibrada e realizar sonhos, leia também a cartilha da ABAC “Na corda bamba – Como a educação financeira pode melhorar a sua vida”. O download é gratuito. Clique aqui para baixar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*