Customer Service Concept on Blackboard
Publicado em 20/02/2017 as 14:46H
Educação Financeira

Educação financeira: teoria x prática

Embora já reconheçam a importância da educação financeira, quase metade dos brasileiros (49%) ainda não inseriu boas práticas financeiras em seu dia a dia. Veja o que a pesquisa anual de “Educação financeira” do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) constatou sobre hábitos financeiros da população.

Momentos de crise econômica, como o vivenciado atualmente pelo Brasil, exigem que a população adote ainda mais as práticas de educação financeira. Assim, com atitudes sustentáveis em relação ao uso do dinheiro, é possível manter um orçamento pessoal e familiar equilibrado.  Entre os itens identificados pela pesquisa do SPC Brasil, está a importância que os entrevistados atribuem a uma vida financeira saudável. Segundo o levantamento, o brasileiro se encontra num patamar mediano quanto ao conhecimento das atitudes consideradas adequadas para ter as finanças equilibradas.

Na elaboração do estudo, os entrevistados tiveram que atribuir notas de 1 a 10 para avaliar a importância de determinada ação. O que se constatou foi que mesmo a educação financeira sendo considerada importante para o equilíbrio das finanças pessoais, não significa que as ações façam parte da rotina diária. Confira o que foi constatado:

  • 81% consideram importante fazer pesquisa de preço antes de realizar compras, mas somente 48% fazem isto sempre;
  • 73% consideram importante juntar dinheiro para fazer compras à vista, mas apenas 26% têm sempre esta atitude;
  • 67% consideram importante pechinchar, mas apenas 38% dos entrevistados sempre pechincham;
  • 67% consideram importante reduzir as despesas da casa, mas apenas 26% fazem sempre isto;
  • 62% consideram importante mudar o local de compras por um mais barato, ainda que mais distante, mas apenas 19% fazem sempre isto;
  • 59% consideram importante economizar para investir, mas apenas 17% fazem sempre isto;
  • 58% consideram importante trocar marca de produto por mais baratas, mas apenas 22% fazem sempre isto.

A avaliação do educador financeiro do SPC Brasil, José Vignoli, é que as pessoas não enxergam o controle como algo prioritário. “Colocar em prática, rotineiramente, as atitudes mais assertivas em relação ao uso do dinheiro para a condução de uma vida financeira equilibrada é um hábito que deve ser construído aos poucos, com disciplina e perseverança. É necessário adquirir conhecimento e informação sobre juros, inflação, preços e parcelamento, dentre outros, além da disposição para economizar tanto nas compras mais significativas quanto nas despesas básicas do dia a dia”, conclui.

Esta semana, o Blog da ABAC vai fazer dois posts de “Educação Financeira” para ajudar a melhorar a sua relação com o dinheiro: “Por que devo manter meu orçamento organizado?” e “Quatro passos para organizar seu orçamento pessoal”. Veja ainda outros conteúdos publicados neste Blog sobre educação financeira.

Para conhecer os outros hábitos identificados na pesquisa anual de “Educação financeira” do SPC Brasil, clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *