Publicado em 13/12/2017 as 16:11H
Educação Financeira

Afinal, o que é “educação financeira”?

Você já deve ter ouvido falar em “educação financeira”, mas você sabe o que isso significa? No post de hoje, vamos explicar porque esse tema vem sendo tão abordado em todo o mundo. Saiba como ele pode contribuir para a sua prosperidade e o sucesso dos seus planos.

A Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) define educação financeira como “o processo mediante o qual consumidores e investidores financeiros melhoram a sua compreensão sobre produtos, conceitos e riscos financeiros”. Ainda, que por meio de informação, instrução ou aconselhamento objetivo, todos possam desenvolver as habilidades e a confiança necessárias para se tornarem mais cientes dos riscos e oportunidades financeiras.

Ou seja, com a educação financeira, você poderá fazer escolhas baseadas em informação, saber onde procurar ajuda e realizar outras ações efetivas que melhorem o seu bem-estar financeiro.

Ter educação financeira significa ter conhecimento, habilidades e confiança para tomar decisões financeiras responsáveis, sendo que:

  • Conhecimento refere-se a uma compreensão de questões financeiras pessoais e mais gerais;
  • Habilidades referem-se à capacidade de aplicar o conhecimento financeiro na vida cotidiana;
  • Confiança significa confiar em si mesmo para tomar decisões importantes; e
  • Decisões financeiras responsáveis referem-se à capacidade de indivíduos de usar o conhecimento, as habilidades e a confiança que adquiriram para fazer escolhas adequadas às suas próprias circunstâncias.

E como isso pode me ajudar?

Com conhecimento financeiro, habilidades e confiança, é possível ter melhores condições de:

  • Fazer escolhas do dia-a-dia sobre como gastar seu dinheiro e estar em dia com compromissos financeiros;
  • Navegar no mercado financeiro, que muda constantemente, e comprar os produtos e serviços que fazem mais sentido para suas próprias necessidades;
  • Planejar com antecedência sobre como usar seu dinheiro conquistado com muito suor para seus objetivos de vida, como comprar uma casa ou preparar-se para a aposentadoria;
  • Lidar com programas e sistemas do governo local, estadual e nacional, que geralmente são complicados e confusos, até para especialistas;
  • Avaliar as informações e os conselhos financeiros que recebem, independentemente se de amigos, da mídia ou de profissionais; e
  • Fazer o melhor uso dos recursos que possuem, incluindo previdência privada e pública, créditos fiscais, benefícios públicos, investimentos, hipoteca, acesso a crédito e poder aquisitivo.

É por este tema ser tão importante para o sucesso financeiro dos brasileiros que a ABAC dedica-se a ele. Continue acompanhando nossos canais para receber novidades e dicas de educação financeira.

Esse texto foi escrito com informações do III Fórum da Cidadania Financeira, realizado pelo Banco Central do Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*