fbpx

Veículos seminovos: preferência entre consorciados cresce

21 . maio . 2019

Nos últimos oito anos, a preferência do consorciado por veículos leves e motos seminovos disparou. De acordo com dados recentes da B3, nos três primeiros meses do ano, foram adquiridos 78.154 veículos seminovos, enquanto que no mesmo período de 2011, foram 32.956, alta de 137,1%.

No segmento de veículos leves, a grande maioria dos consorciados opta por veículos seminovos. No primeiro trimestre deste ano, eles foram a escolha de 75% dos contemplados. Foram adquiridas 71.111 unidades seminovas com consórcio nesse período, evolução de 162,2% em oito anos, quando foram 27.114 e a preferência foi de 49,8%.

Já no segmento de motocicletas, o aumento da preferência em oito anos foi de 20,6%. De janeiro a março de 2011, foram adquiridas 5.842 motocicletas seminovas pela modalidade (9,8% do total), enquanto que até março deste ano, foram 7.043 (5,1%).

“O contemplado tem procurado maximizar seu crédito na aquisição de modelos de veículos ou motos com pouca idade, considerando inclusive outros valores agregados. A aquisição de veículos seminovos é possível, desde que conste em contrato”, explica Paulo Roberto Rossi, presidente executivo da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC). “Se for o caso, o consorciado deve ficar atento às condições estabelecidas pela administradora”.

De janeiro a março de 2019, foram comprados com consórcio, dentre motos e automóveis novos e seminovos, 166.602 veículos, de um total de 1,4 milhão de veículos financiados. (confirmar)

Consórcio de veículos leves e de motocicletas

O consórcio de veículos leves é o maior do Sistema em participantes ativos. São 3,66 milhões de consorciados utilizando essa modalidade para comprar um automóvel (março/2019). Isso representa 50,8% do total de consorciados. Leia o Drops de Mercado de Março/2019.

E as adesões a esse segmento aumentam a cada dia. Apenas no primeiro trimestre foram vendidas mais de 300 mil cotas, 13,2% a mais que no mesmo período de 2018. O segmento contemplou 143 mil consorciados, que puderam adquirir o automóvel desejado, entre novos e seminovos.

Enquanto isso, o consórcio de motocicletas, que já foi o maior em participantes, ocupa o segundo lugar no ranking, com 2,19 milhões de consorciados (março/2019). Após sofrer com a crise econômica, esse segmento vem se recuperando e também registrando altas. De janeiro a março, o crescimento nas vendas foi de 8,6% ao somar 247 mil adesões. Foram contemplados 122 mil participantes nesse período.

Leia também:

Categoria(s):

Drops de Mercado

Tag(s):

Deixe seu comentário

*

Receba novidades




ENVIE SUGESTÕES
DE POSTAGENS