Publicado em 17/11/2017 as 16:02H
Drops de Mercado

Sistema de Consórcios em setembro/2017: dados econômicos

O Sistema de Consórcios repetiu a boa performance registrada até agosto e voltou a bater recorde de vendas mensais no ano em setembro, ao totalizar 230 mil adesões. O acumulado dos nove primeiros meses atingiu 1,75 milhão de unidades, 9,4% maior que as 1,60 milhão totalizadas no mesmo período em 2016.

No balanço de setembro, todos os setores onde o consórcio está presente registraram alta nas adesões, batendo recordes mensais. Veículos leves contabilizou 108 mil cotas vendidas; motocicletas, 78 mil; imóveis, 31,5 mil; veículos pesados, 6,25 mil; serviços, 3,75 mil; e eletroeletrônicos, 2,5 mil cotas.

Os créditos comercializados com a venda das novas cotas de janeiro a setembro cresceram 29,3% em relação ao ano passado. Ainda, o tíquete médio de R$ 43,9 mil de setembro foi 24% maior que os R$ 35,4 mil de setembro do ano passado.

Enquanto as vendas cresceram, as contemplações dos nove meses do ano caíram 5,6% em relação a 2016, e os créditos concedidos ficaram estáveis. O total de participantes ativos em setembro, 6,87 milhões, caiu 1,9%.

Confira, a seguir, os resultados por segmento do Sistema de Consórcios.

Consórcio de veículos leves: com 827,1 mil cotas vendidas de janeiro a setembro, 14,7% a mais que em 2016, esse segmento comercializou R$ 34,50 bilhões em créditos, 22% a mais. As contemplações (405,5 mil) subiram 4,8% no período, em relação ao ano passado, e os créditos disponibilizados (R$ 16,54 bilhões), aumentaram 5,6%. O tíquete médio de setembro ficou estável, em R$ 38,9 mil, e o total de participantes ativos, em 3,45 milhões, cresceu 4,9%.

Consórcio de motocicletas: apesar da queda de 3,9% nas vendas de cotas, que somaram 640,1 mil, o volume de créditos comercializados cresceu 5% em relação a 2016, fechando os nove meses em R$ 5,43 bilhões. As contemplações do período (414,5 mil) caíram 15,4% e os créditos disponibilizados (R$ 4,43 bilhões) diminuíram 15%. Enquanto, em setembro, o total de consorciados caiu 12,8%, ao somar 2,25 milhões, o tíquete médio de R$ 7,9 mil cresceu 1,3%.

Consórcio de veículos pesados: esse segmento que engloba caminhões, ônibus, semirreboques, tratores e implementos registrou crescimento de 15,4% nas vendas (41,35 mil) de janeiro a setembro. Também cresceu 25% nos 6,2 bilhões de créditos comercializados no período. Registrou crescimento também, de 11,7%, no tíquete médio, que em setembro foi de R$ 151,4 mil. As contemplações (22,45 mil), os créditos disponibilizados nos nove meses (R$ 3,17 bilhões) e o total de participantes ativos de setembro (277 mil) ficaram estáveis em relação a 2016.

Consórcio de imóveis: as vendas de 201,65 mil novas cotas de janeiro a setembro apresentaram alta de 27,3% em relação a 2016. A soma dos créditos vendidos nessas cotas bateu R$ 27,2 bilhões, 48,1% a mais. Já as 53,85 mil contemplações e os R$ 5,40 bilhões em créditos disponibilizados aos contemplados ficaram estáveis. Em setembro, o tíquete médio foi de R$ 136,3 mil (5,3% maior que no ano passado) e havia 815 mil consorciados (2,5% a mais).

Consórcio de eletroeletrônicos: Com 31 mil consorciados em setembro, 18,1% a mais que em 2016, esse segmento fechou setembro com tíquete médio de R$ 5 mil, 11,1% maior. As vendas nesse segmento de janeiro a setembro (15,6 mil) cresceram 44,7%, e os créditos comercializados (R$ 76,94 milhões), 55,2%. As contemplações (5,87 mil) e os créditos disponibilizados (R$ R$ 31,41 milhões) ficaram estáveis.

Consórcio de serviços: com crescimento em todos os segmentos, os destaques foram os créditos comercializados de janeiro a setembro (R$ 170,97 milhões), e as cotas vendidas (23,70 mil), que cresceram 108,9% e 93,5% respectivamente. Foram contabilizadas 10,46 mil contemplações (+26,8%) e R$ 58,21 milhões em créditos disponibilizados (+26,6%). Em setembro foram registrados 49 mil consorciados (+ 37,1%) e tíquete médio de R$ 7,3 mil (+5,8%).

Sistema de Consórcios em geral

Confira como foi o desempenho de todos o Sistema de Consórcios de janeiro a setembro, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Participantes ativos consolidados (consorciados em grupos em andamento)
– 6,87 milhões (setembro/2017)
– Retração: 1,8%

Vendas de novas cotas (novos consorciados)
– 1,75 milhão (janeiro-setembro/2017)
– Crescimento: 9,4%

Volume de créditos comercializados
– R$ 73,57 bilhões (janeiro-setembro/2017)
– Crescimento: 29,3%

Tíquete médio geral (valor médio da cota no mês)
– R$ 43,9 mil (setembro/2017)
– Crescimento: 24%

Contemplações (consorciados que tiveram a oportunidade de comprar bens)
– 912,6 mil (janeiro-setembro/2017)
– Retração: 5,6%

Volume de créditos disponibilizados
– R$ 29,63 bilhões (janeiro-setembro/2017)
– Estável

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*