fbpx

Inadimplência no Sistema de Consórcios cai em 2019

15 . ago . 2019

A inadimplência no Sistema de Consórcios caiu no intervalo de um ano. Dados divulgados pela ABAC mostram que entre abril de 2018 e abril de 2019 houve redução de 0,77 pontos percentuais nesse indicador. Conheça:

A redução da inadimplência no Sistema de Consórcios, entre os consorciados ativos e de posses de seus bens, foi percebida em todos os seus segmentos. Na média, passou de 7%, em abril de 2019, para 6,23%, no mesmo mês de 2019. No mês anterior, portanto em março, o índice havia ficado em 6,32%.

Por ainda serem credores do Sistema de Consórcios, os participantes ativos não contemplados não fazem parte do cálculo do índice. “Somente os que já estão de posse do bem ou já utilizaram os créditos de serviços, portanto, devedores, foram contabilizados”, explica o presidente executivo da ABAC, Paulo Roberto Rossi.

Para a ABAC, há uma mudança positiva no comportamento dos consumidores, quanto ao cumprimento de responsabilidades assumidos. Isso seria fruto de uma crescente conscientização sobre a essência da educação financeira, um dos objetivos da Agenda BC+, do Banco Central. Leia o post Afinal, o que é educação financeira?

A queda na inadimplência do Sistema de Consórcios vem na contramão da elevação do endividamento familiar contraído no último ano, segundo a CNC, e considerando ainda o total de pessoas desempregadas, de acordo com o IBGE. “A inadimplência, como um todo, é consequência da redução da atividade econômica do país, mais precisamente do não cumprimento das obrigações financeiras do consumidor face às dificuldades enfrentadas no dia a dia”, explica Rossi.

Inadimplência no Sistema de Consórcios: segmentos


A assessoria econômica da ABAC levantou dados junto ao Banco Central. Com eles, identificou que a inadimplência no Sistema de Consórcios baixou em todos os seus segmentos. A maior retração ocorreu no segmento de eletroeletrônicos e outros bens móveis duráveis. Ela baixou de 8,06%, em abril de 2018, para 6,14%, em abril de 2019. O segmento com a menor inadimplência é o de imóveis, que ficou em 3,58% em abril deste ano. Veja detalhadamente no quadro abaixo:

A assessoria econômica da ABAC levantou dados junto ao Banco Central. Com eles, identificou que a inadimplência no Sistema de Consórcios baixou em todos os seus segmentos. A maior retração ocorreu no segmento de eletroeletrônicos e outros bens móveis duráveis. Ela baixou de 8,06%, em abril de 2018, para 6,14%, em abril de 2019. O segmento com a menor inadimplência é o de imóveis, que ficou em 3,58% em abril deste ano. Veja detalhadamente no quadro abaixo:

Ao aderirem ao consórcio, os consumidores geralmente já possuem um planejamento orçamentário para assumir novos compromissos. “Temos observado que o avanço dos conhecimentos sobre educação financeira é uma situação que já diferencia o consorciado no futuro cumprimento mensal dos pagamentos”, conclui Paulo Roberto Rossi.

Leia também:

Categoria(s):

Drops de Mercado

Tag(s):

, , , , , , ,

Deixe seu comentário

*

Receba novidades




ENVIE SUGESTÕES
DE POSTAGENS