Publicado em 28/09/2018 as 14:59H
Drops de Mercado

Consórcio no Brasil: dados estaduais de contemplação

No 1º semestre de 2018, o consórcio contemplou mais de 595 mil pessoas no país. São Paulo, Minas Gerais e Bahia concentraram o maior número de contemplações. Conheça os destaques estaduais de cada segmento, no segundo post da série Consórcio no Brasil.

A contemplação é o momento mais aguardado por quem participa de um grupo de consórcio – leia o post “Como posso ser contemplado no consórcio?”. Ela pode ocorrer de duas formas: mediante sorteio ou lance. O Estado de São Paulo, que lidera o ranking estadual de vendas, como você já leu aqui, também se destaca entre as contemplações. De janeiro a junho de 2018, foram 123.952 beneficiados, aumento de 2,6% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Em Minas Gerais, segundo lugar entre as contemplações, foram beneficiados 55.255 participantes, retração de 1,5% em relação ao 1º semestre de 2017. A Bahia, completando o ranking, teve 44.783 contemplados, aumento de 6,7%.
Percentualmente, o consórcio no Brasil registrou aumento de contemplações em 11 Unidades da Federação. Os três maiores crescimentos percentuais foram registrados no Amazonas (alta de 8,9%, com 7.789 contemplados), Distrito Federal (expansão de 7,6%, com 7.964 contemplados) e Bahia.

Contemplações por regiões

A região Sudeste é o grande destaque entre as regiões, contabilizando 214.128 contemplações no 1º semestre de 2018. Esse contingente representa 36% do total de contemplados pelo consórcio no Brasil. A segunda região com mais contemplados é o Nordeste. Respondendo por 27,2% do total, foram 162.212 contemplados.

O Sul, em terceiro lugar, alcançou 94.902 contemplações – cerca de 16% do universo de contemplados. No Centro-Oeste, foram 64.069 contemplações, participação de 10,8%. Por fim, na região Norte foram 59.753 participantes contemplados, o que representa cerca de 10% do total.

Consórcio no Brasil: destaques por segmento

Conheça os Estados que mais registraram contemplações por segmento. Os dados informados se referem ao 1º semestre de 2018, em comparação com o desempenho obtido no mesmo período de 2017.

Consórcio de Imóveis:

As contemplações cresceram em 24 das 27 Unidades da Federação. Percentualmente, os melhores resultados foram obtidos em Alagoas (+63,8%), Piauí (+60,6%) e Manaus (+51,4%). As exceções ocorreram em Rondônia (-18%), Goiás (-6,3%) e São Paulo (-7,7%). Porém, embora tenha havido queda, os paulistas ainda lideram entre os contemplados desse segmento, com 14.569 pessoas beneficiadas. O segundo lugar entre os Estados ficou com o Paraná, que alcançou 4.568 contemplações. Com esse resultado, a alta chegou a 20,7%. Em terceiro lugar veio o Rio Grande do Sul, com 3.737 contemplados, aumento de 14,1%.

Consórcio de Veículos Pesados:

Houve aumento no número de contemplados em 21 Unidades da Federação. Em termos percentuais, os melhores desempenhos foram obtidos na Paraíba, alta de 44,5%, Piauí, com 41% de aumento, e Distrito Federal, que cresceu 37,4%. Em números absolutos, ocorreram mais contemplações do segmento de pesados em São Paulo, com 7.608 beneficiados, alta de 20,9%. Na sequência vem o Paraná, com 3.267 contemplações (+15,5%) e Rio Grande do Sul, que teve 2.691 contemplados (+16,1%).

Consórcio de Veículos Leves:

Os melhores indicadores de crescimento de contemplações foram registrados no Amazonas (+24,7%), no Acre (+23,6%) e no Espírito Santo (+21,1%). No total, 25 Estados viram seu número de contemplados aumentar. O maior quantitativo de pessoas foi encontrado em São Paulo, com 76.882 contemplados – alta de 6,1%. Em segundo lugar está Minas Gerais, que cresceu 8% e atingiu 30.680 contemplações. Na sequência vem a Bahia, com aumento de 18,9%, beneficiando 22.512 pessoas.

Consórcio de Motocicletas:

Ceará, Alagoas e Santa Catarina registraram aumento no número de contemplações do segmento de motocicletas. Os índices ficaram em 7,9%, 2,9% e 2,3%, respectivamente. Em números absolutos, São Paulo liderou o ranking, com 26.071 contemplados. Na sequência estão Pará, com 20.685 contemplações, e Bahia, com 19.966 participantes contemplados.

Consórcio de Eletroeletrônicos:

Esse segmento teve aumento no número de contemplações em 22 Estados, além de ter se mantido estável em Roraima. Percentualmente, as altas foram mais expressivas no Piauí (+559,5%), Amapá (+350,8%) e Maranhão (+281,6%). Este é o único segmento do consórcio em que o Estado de São Paulo não lidera. A liderança pertence ao Rio Grande do Sul, que teve 1.036 contemplados. Como o resultado representou baixa de 5,8%, os gaúchos quase foram ultrapassados pelos paulistas, que ficaram em segundo lugar, com 1.028 contemplados e alta de 62,7%. O terceiro lugar é ocupado por Santa Catarina, que alcançou 411 contemplações, queda de 14,2%.

Consórcio de Serviços:

O único Estado que não registrou aumento no número de contemplados do segmento de serviços foi o Tocantins. Neste Estado do Norte, houve queda de 43,4%. Porém, percentualmente, as altas foram bastante expressivas no Amapá (+1.090,1%), no Piauí (+515,4%) e em Roraima (+364%). No Paraná, houve expansão de 26,7%, liderando esse segmento em número de contemplados, beneficiando 2.971 pessoas. Em São Paulo, as contemplações mais que dobraram (+113%), alcançando 1.289 participantes. Já Minas Gerais, na terceira colocação, teve aumento de 65% nas contemplações, chegando a 898 consorciados.

Os dados estaduais são divulgados pela ABAC com periodicidade trimestral. Para conhecer dados mais atualizados sobre as contemplações de consórcio no Brasil, leia o Drops de Mercado – Julho/2018. No último post da série Consórcio no Brasil, você vai conhecer quais estados possuem os maiores números de participantes ativos no Sistema de Consórcios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*