fbpx
Publicado em 19/03/2019 as 12:34H
Drops de Mercado

Faturamento do consórcio de veículos pesados dobra em dez anos

Créditos comercializados pelo consórcio de veículos pesados atingiram R$ 10,88 bilhões em 2018. Em relação ao resultado de 2017, de R$ 8,65 bilhões, a expansão chegou a 25,7%.

Se o ano de 2018 ficou marcado por diversos recordes alcançados pelo Sistema de Consórcios, entre os quais o de maior volume histórico de créditos comercializados, o consórcio de veículos pesados teve grande peso para a conquista desse resultado.

No intervalo de uma década, o segmento viu seu faturamento dobrar: em 2009, foi de R$ 5,44 bilhões. Isso aconteceu graças à combinação de dois fatores. O primeiro foi o aumento das adesões. Em 2018, o segmento registrou o melhor resultado da história em vendas de novas cotas. Foram 71,15 mil, incremento de 24,5% sobre as 57,15 mil cotas comercializadas em 2017. Dez anos antes, o segmento contabilizava 41,94 mil adesões.

O segundo fator que influenciou no aumento dos créditos contratados foi a procura por cotas de maior valor. Como está diretamente ligado à compra de bens de valores mais altos (caminhões, ônibus, semirreboques, tratores e implementos), o segmento possui o tíquete médio mais alto do setor de consórcios. O valor médio das cotas vendidas em 2018 foi de R$ 153 mil – maior registro desde 2015, quando ficou em R$ 157,88 mil. Em relação aos R$ 151,4 mil de 2017, a valorização foi de 1,1%.

A importância do segmento de veículos pesados cresceu nos últimos anos, principalmente após a sequência de resultados negativos do consórcio de motocicletas. Sua participação no faturamento total do Sistema de Consórcios foi de 10,3%. Desde 2016, o segmento é o terceiro maior faturamento do Sistema, posição anteriormente ocupada por motocicletas.

Importância para a economia nacional

Mediante contemplação, o consorciado tem disponibilizado recursos através de uma carta de crédito que lhe confere poder de compra à vista. Essa é uma das formas que o Sistema de Consórcios contribui para a economia. No segmento de veículos pesados, foram contemplados 33,7 mil consorciados ao longo de 2018 – maior quantitativo desde 2014, quando ocorreram 34,45 mil contemplações. A alta foi de 10,5% em relação aos 30,5 mil contemplados de 2017.

Os recursos disponibilizados aos consorciados para aquisição de veículos pesados totalizaram R$ 5,02 bilhões em 2018. Um ano antes, foram R$ 4,31 bilhões, alta de 16,5%.

Em dezembro de 2018, o total de participantes ativos no segmento de veículos pesados chegou a 309 mil. Naquele mês, com incremento de 9,6% em relação aos 282 mil consorciados existentes em dezembro de 2017, o total de brasileiros se planejando através do consórcio atingiu seu ápice. E o Sistema de Consórcios encerrou o ano comemorando outro recorde.

Consórcio de veículos pesados: Sul e Sudeste se destacam

Quase sete em cada 10 consorciados ativos em dezembro de 2018 estavam nas regiões Sul e Sudeste do País. Nessa, que ainda lidera o ranking de vendas e contemplações, havia 113.695 participantes (36,8%). Outros 91.271 (29,5%) estavam na região Sul. A menor participação entre as regiões é o Norte, que não ultrapassou a casa dos 6% em participantes ativos, contemplações e adesões.

Em breve, a ABAC irá divulgar o Anuário 2019 do Sistema de Consórcios, com todas as informações completas sobre o desempenho do setor e também de cada segmento do consórcio.

Leia também:

Consórcio de Motocicletas retoma crescimento em 2018

Consórcio de veículos leves tem melhor ano de sua história

Vendas do consórcio de eletroeletrônicos crescem pelo 3º ano consecutivo

Participantes do consórcio de imóveis crescem 6,4%

Alta em todos os indicadores do consórcio de serviços em 2018

Sistema de Consórcios bate recorde histórico de adesões em 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*