Publicado em 22/03/2017 as 11:43H
Drops de Mercado

Consórcio de veículos leves cresce em meio à crise

Muitos consumidores precisaram adiar a decisão de comprar carro em 2016. Porém, enquanto o mercado automotivo registrou queda na venda de veículos leves, o segmento do consórcio de veículos leves encerrou o ano com avanços em todos os seus indicadores.

Dados da Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) indicam uma queda de 19,8% na comercialização de automóveis e comerciais leves em 2016. Foi a primeira vez desde 2006 que essa categoria, responsável por mais da metade das vendas de veículos, ficou abaixo de 2 milhões de unidades vendidas: fechou em 1,98 milhão. Já entre os veículos leves e comerciais usados, os resultados apresentaram estabilidade em relação a 2015, com um volume de vendas de 10 milhões de carros – alta de 0,21%.

O segmento do consórcio de veículos leves acumulou em dezembro de 2016 a venda de 1,1 milhão de novas cotas. A alta foi de 10,2% em relação ao mesmo período de 2015 e resulta de um movimento de recuperação que teve início em maio – quando foram vendidas 64,5 mil cotas. No mês de dezembro, as 125 mil novas cotas vendidas representaram aumento de 93,8% em oito meses, sendo que o recorde mensal de 2016 foi alcançado em novembro, com a venda de 128 mil cotas.

veiculos-novascotas

Com o crescimento das vendas de novas cotas a partir do quinto mês do ano, o segmento do consórcio de veículos leves fechou o ano com 3,38 milhões de consorciados ativos, o que supera em 5,6% o registrado em dezembro de 2015.

veiculos-participantes

No acumulado dos 12 meses de 2016, foram comercializados R$ 43,06 bilhões em créditos, crescimento de 4% em relação aos 12 meses imediatamente anteriores. No mesmo período, foram disponibilizados R$ 21,22 bilhões a 523,5 mil consorciados, o que representa estabilidade em relação a 2015. O valor médio da cota no mês de dezembro foi de R$ 39,8 mil, também estável.

Dados por Estado

Na comparação dos dados estaduais, o consórcio de veículos leves registrou comportamento distinto nas vendas de novas cotas entre as unidades da federação. Por exemplo, o Estado que teve o maior índice de crescimento nas vendas de novas cotas foi Alagoas – 26,5% no acumulado de 2016, quando foram comercializadas 7.251 cotas, ante 5.732 em 2015. Na sequência, com base no mesmo período, aparecem Maranhão – com crescimento de 21,8% – passando de 16.357 para 19.931 novas cotas -, e Espírito Santo cujo crescimento foi de 21,5% – indo de 13.255 para 16.111.

Por outro lado, em alguns Estados as vendas de novas cotas caíram. No Acre, a retração foi de 20,7%, enquanto em Roraima e Amapá ficou em 16,6% e 6,7%, respectivamente. Já em números absolutos, o Estado que registrou o maior quantitativo de novas cotas vendidas foi São Paulo, com 324.356 – alta de 15,1%, seguido de Minas Gerais (111.769 – alta de 4,2%) e Rio de Janeiro (79.818 – crescimento de 1,3%).

Entre os participantes ativos, o maior número de consorciados do segmento de veículos leves é encontrado em São Paulo (947.444), Minas Gerais (372.845) e Paraná (253.137). Os Estados com o menor número de consorciados ativos foram Roraima (5.861), Amapá (10.335) e Acre (10.185).

O Blog da ABAC está publicando uma série de posts com os resultados positivos do Sistema de Consórcios em 2016. O próximo post destacará o crescimento de até 80% nos indicadores do consórcio de serviços. Leia também:

Consórcio amplia participação no financiamento imobiliário

 

Deixe uma resposta para ABAC Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

4 comentários sobre “Consórcio de veículos leves cresce em meio à crise”

  1. Preciso de uma camioneta para trabalhar pois trabalho com vendas

    1. ABAC disse:

      Olá, Luciene.

      Você pode fazer um consórcio para adquirir sua camioneta. Para saber se o consórcio é ideal para você, recomendamos a leitura deste texto: http://blog.abac.org.br/dicas-da-abac/descubra-se-o-consorcio-e-ideal-para-voce#blog. Caso escolha realizar seu objetivo por meio dessa modalidade, pesquise entre administradoras autorizadas pelo Banco Central para encontrar aquela que oferece o melhor plano para as suas necessidades. Para encontrar empresas autorizadas e associadas à ABAC, acesse: http://abac.org.br/associados&ancora=1&estado=&categoria=. Você pode selecionar seu estado e a categoria “veículos leves” para melhorar a busca.

      Abraços

  2. CARLOS EDUARDO FREITAS disse:

    Tenho interesse em abrir uma cooperativa de autofinanciamento para automóvel, acontece que não consigo obter informações sobre esse tipo específico de negócio, apenas sobre consórcio. Poderia me orientar onde saber mais sobre cooperativa para automóvel. Obrigado.

    1. ABAC disse:

      Olá, Ricardo.

      O Departamento de Atendimento ao Consumidor somente esclarece dúvidas a respeito de consórcio. Clique no link para acessar o Manual da Moradia Própria – FGTS: http://www.caixa.gov.br/Downloads/fgts-moradia/MANUAL_DA_MORADIA_PROPRIA_versao_12012018.pdf.

      Abraço