Publicado em 17/01/2018 as 15:34H
Drops de Mercado

Total de consorciados cresce quase 5% em São Paulo

No 3º trimestre de 2017, o total de consorciados ativos no Estado de São Paulo teve alta de 4,9%. Atingiu 1,64 milhões, ante 1,58 milhões no mesmo período de 2016. Foi o maior crescimento registrado no Sistema de Consórcios, mostrando que os paulistas estão bastante familiarizados com o mecanismo para planejar suas aquisições de bens e serviços.

São Paulo é um estado de elevada importância econômica tanto para o país, quanto para o Sistema de Consórcios. No Brasil, responde por cerca de um terço do Produto Interno Bruto (PIB). Já no consórcio, encerrou o 3º trimestre de 2017 concentrando 23,8% dos 6,87 milhões de consorciados ativos no país.

Minas Gerais aparece em 2º lugar no ranking dos Estados que mais concentraram participantes ativos no 3º trimestre de 2017. Foram 657.066 consorciados, 9,56% do total. O top 5 é composto ainda por Bahia, com 482.861 consorciados e 7,02% do total, Paraná, com 476.304 e 6,93%, e Rio Grande do Sul, com 387.258 e 5,63%.

Confira como ficou o desempenho dos Estados, de acordo com o total de participantes ativos, no 3º trimestre de 2017:

Consórcio de veículos leves – nesse segmento, o total de consorciados ativos teve alta de 5% no país, em relação ao 3º trimestre de 2016. Em 22, das 27 unidades federativas, o desempenho foi positivo. Apenas Amapá, Pará, Paraná, Roraima e Rio Grande do Sul registraram quedas. As maiores expansões se deram no Ceará (29,8%), Espírito Santo (13,9%) e Rondônia (13,9%). Em números absolutos, os maiores contingentes de consorciados do segmento de veículos leves podem ser encontrados em São Paulo (974.237), Minas Gerais (384.730) e Bahia (259.318).

 

Consórcio de veículos pesados – houve ligeira queda no total de participantes ativos no 3º trimestre de 2017 em relação ao mesmo período de 2016. Foram 277 mil consorciados, ante 279 mil um ano antes. Ainda assim, a maioria dos Estados teve resultados positivos, com destaque para Paraíba, Minas Gerais, Goiás e Sergipe, que cresceram 11,8%, 11%, 10,4% e 10,4%, respectivamente. Os maiores contingentes de consorciados ativos foram registrados em São Paulo (72.567), Paraná (33.658) e Rio Grande do Sul (28.292).

 

Consórcio de motocicletas – o total de consorciados ativos nesse segmento fechou em 2,25 milhões, queda de 12,6% em relação ao 3º trimestre de 2016. Todas as unidades da federação registraram baixas, mas em 14 delas o desempenho foi melhor que a média brasileira: Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Brasília, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraíba, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo e Tocantins. Os estados que mais concentram consorciados do segmento de motocicletas são São Paulo (243.407), Pará (219.851) e Bahia (182.383).

 

Consórcio de imóveis –  em todo o país, houve expansão de 2,5% no número de consorciados ativos do segmento de imóveis. Passou de 795 mil, no 3º trimestre de 2016, para 815 mil, no 3º trimestre de 2017. O crescimento foi liderado por Paraíba (42.3%), Espírito Santo (29,9%) e Ceará (27,2%). A escolha do consórcio para aquisição de imóveis é mais forte em São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul. Nesses estados, existem 335.549, 99.324 e 83.860 participantes ativos, respectivamente.

Consórcio de eletroeletrônicos – o número de participantes ativos cresceu 18,1% na média brasileira. No 3º trimestre de 2017, atingiu 31 mil consorciados. Há um ano, esse total foi de 26.250. Três estados concentram 60,5% do total de participantes ativos: Rio Grande do Sul, que tem 8.452 consorciados (27,2% do total), em São Paulo, com 6.340, estão 20,4%, e Santa Catarina, com 4.009, representa 12,9%.

 

Consórcio de serviços – o crescimento de consorciados nesse segmento superou a barreira dos 400% em três estados: Rio de Janeiro (521,7%), Amapá (440,7%) e Rondônia (438,9%). A média brasileira foi de 37,1% – passou de 34,5 mil participantes ativos, no 3º trimestre de 2016, para 49 mil, no mesmo período de 2017. Os estados com os maiores contingentes de consorciados ativos do segmento de serviços são Minas Gerais (9.266), São Paulo (8.768) e Paraná (7.340).


Aqui no Blog, estamos divulgando dados levantados pela assessoria econômica da ABAC sobre o Sistema de Consórcios nos estados. Já publicamos informações sobre os campeões de vendas de cotas de consórcios e o próximo post falará sobre os estados em que mais ocorreram contemplações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*